CBF foi alertada que Inter pode ter outros casos de doping

Marcus Alves, do ESPN.com.br
Gazeta Press
Ao lado de Wellington, o volante Nilton, do Internacional, foi pego no exame antidoping
Ao lado de Wellington, o volante Nilton, do Internacional, foi pego no exame antidoping

A CBF foi informada que o Inter pode ter outros casos de doping. A Comissão de Controle da entidade realizou testes surpresas em 31 atletas colorados na última terça-feira, no CT Parque Gigante, após flagrar os volantes Nilton e Wellington Martins, no fim de setembro, em exames que identificaram o uso das substâncias hidroclorotiazida e clorotiazida.

Ela mantém o discurso de que se trata de um procedimento padrão, antecipado neste momento para auxiliar o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) em sua análise.

A princípio, não estava prevista uma visita da comissão ao Beira Rio antes de 2016.

A ida a Porto Alegre foi comunicada ao fisiologista do Inter, Luiz Crescente, um dia antes, na segunda-feira, mas, por sigilo médico, o profissional não pôde notificar os atletas para evitar um eventual desvio de conduta.

O chefe da Comissão de Controle de Doping da CBF, Fernando Solera, contava com a informação de que o grupo comandado por Argel se apresentaria às 13h (de Brasília), na terça-feira, e deixou tudo pronto para encontrar os jogadores antes da atividade.

A reportagem do ESPN.com.br recebeu a informação de que a entidade foi alertada para possíveis novos casos no elenco colorado.

Solera confirma, mas nega que essa tenha sido a motivação principal para a realização do teste surpresa. Ele deixa claro que, a partir do momento em que foram encontrados três casos positivos (dois de Nilton e um de Wellington), era sua obrigação profissional esclarecer a situação.

"No caso do Inter, pretendíamos fazer em 2016, mas, como houve esse problema, antecipamos. Acredito que, com esses resultados, em até 10 dias úteis, vamos ajudar a elucidá-lo. Até agora, ninguém sabe o que aconteceu. Não tem como fechar os olhos para esse assunto. O Inter nos recebeu muito bem, baguncei o departamento médico deles todo, foram 31 jogadores, exames de sangue e urina. Em nenhum momento, houve problema. Foi liso e tranquilo. Vai ajudar a chegar a um denominador comum. O que aconteceu com os jogadores? Tem se falado em doping involuntário, mas, mesmo assim, existe a penalização", afirma Solera ao ESPN.com.br.

Paulão destaca bom ambiente mesmo com colegas pegos no antidoping

Até hoje, o procedimento então desconhecido dos torcedores em geral nunca resultou em teste positivo de doping. Ele é realizado desde 2012 e já motivou até mesmo viagens à Espanha para a coleta de material.

Fernando Solera é o único médico brasileiro credenciado pela Fifa.

Alex e Luizão relembram o dia que ficaram até de manhã para fazer o exame antidoping

"Acho que estou nesse cargo sem problema. Não minto jamais. Seguimos o protocolo. A verdade dos fatos é a seguinte: é evidente que a visita ao Inter foi feita na terça-feira em função dos três resultados analíticos. Poderia ter sido realizada no meio do ano que vem. Não é que tenho que fazer esse time ou outro. Procuro sempre a logística mais barata, o custo é alto, mas antecipei porque houve essa questão e o tribunal terá, assim, maiores dados para julgar a situação. Não é que duvidamos ou achamos que podem ter outros positivos. Pode soar meio agressivo ao Inter, mas a minha obrigação é fazer o time inteiro e resolver qualquer aresta", prossegue o médico.

"Independe de me falarem que poderiam ter outros casos. Deveria fazer com ou sem alguém me falando. Não foi porque falaram para mim. São três casos. Tenho que investigar todo o elenco. Partiu de mim a solicitação para que o STJD me oficie para eu examinar a equipe", conclui.

Ainda não foi divulgada a data de julgamento de Nilton e Wellington Martins.

Procurado pela reportagem, o Inter informou que não se pronunciará a respeito e fará a sua defesa nos tribunais de acordo com a denúncia que for realizada.

Comentários

CBF foi alertada que Inter pode ter outros casos de doping

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.