Ouro em Toronto, Ana Sátila é campeã brasileira de Canoagem em Tomazina

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Reuters
Ana Sátila foi bem nas disputas neste domingo
Ana Sátila foi bem nas disputas neste domingo

Realizado em Tomazina, no norte do Paraná, o Campeonato Brasileiro de Canoagem reuniu 224 embarcações em três dias de competição, neste último fim de semana. A atleta Ana Sátila subiu ao pódio três vezes, sendo a melhor no K1 Feminino Sênior, C1 Feminino e na disputa por Equipe Feminina, juntamente com sua irmã Omira Neta e Marina Costa, com os tempos de 89.84s, 97.17s e 116.20s respectivamente.

"Essa pista é muito rápida, eu consegui diminuir o índice em relação aos barcos masculinos (K1 e C1). Estou bem contente", destacou a canoísta, que foi ouro e prata na canoagem dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015.

Já Pedro Gonçalves foi novamente campeão pelo K1 Masculino. O canoísta agora é pentacampeão da modalidade, após completar a prova com uma descida sem penalidades, no tempo de 81.38 segundos.

"Sou muito exigente com as minhas provas. Não saio tão contente com a minha descida, mas feliz por garantir mais um pódio", disse Gonçalves.

Na categoria Júnior do K1, Guilherme Rodrigues foi o vencedor. "Estou há um mês treinando aqui, analisando as linhas da água, estou buscando crescer para mais tarde ter bons resultados quando eu subir para o Sênior", declarou.

Nas equipes, Fábio Rodrigues, João Machado e Ricardo Taques foram os mais rápidos no K1 Masculino (94.12s). No C1 Masculino, Leonardo Curcel, Felipe Silva e Thiago Serra venceram após 101.44 segundos de prova.

Na competição feminina, a equipe de Omira Neta, Ana Sátila e Marina Costa foi a mais veloz, ao completar a descida em 116.20s.

Comentários

Ouro em Toronto, Ana Sátila é campeã brasileira de Canoagem em Tomazina

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.