No Brasileiro de pontos corridos, Palmeiras despenca na hora H

ESPN.com.br
Gazeta Press
Lucas Barrios lamenta a derrota do Palmeiras para o Vasco no Allianz Parque
Lucas Barrios lamenta a derrota do Palmeiras para o Vasco no Allianz Parque

Início promissor, reta final decepcionante. A realidade do Palmeiras no Campeonato Brasileiro de 2015 não é exatamente uma novidade para o torcedor alviverde. Desde 2004, o time só cresceu de produção no último quarto de competição em uma edição da Série A, perdendo força em todas as demais.

Disputando a Série B em 2003, no início dos pontos corridos, o Palmeiras estreou no formato em 2004, terminando na quarta colocação e com vaga para a Copa Libertadores do ano seguinte. Na ocasião, o time teve aproveitamento de 67% nas rodadas finais, contra 54% nos três primeiros quartos de disputa.

A proporção é inversa nos anos seguintes, sendo a queda mais acentuada justamente a vivida atualmente pela equipe comandada por Marcelo Oliveira. Até 28ª rodada, o Palmeiras tinha 54% de aproveitamento, na quarta colocação, com dois pontos de vantagem para o Santos, quinto lugar.

Daí em diante, o Brasileiro entrou em seu quarto decisivo. Já foram seis jogos do Palmeiras, com apenas uma vitória e cinco derrotas. Os três pontos em 18 possíveis representam um aproveitamento de 17%, que praticamente tiraram as chances de G-4 do time - já são seis pontos de desvantagem para o Santos.

Outro exemplo clássico de queda de rendimento do Palmeiras na reta decisiva do campeonato foi o Brasileiro de 2009, em que a equipe comandada pelo técnico Muricy Ramalho caminhava a passos largos para ser campeã e acabou ficando fora até mesmo do G-4, sem vaga na Libertadores de 2010.

Naquele ano, o Palmeiras chegou a 28ª rodada com 64,3% de aproveitamento, liderando com cinco pontos de vantagem para o então vice-líder São Paulo. Nas dez rodadas finais, porém, foram apenas oito pontos somados em 30 possíveis, 27%, derrubando o time alviverde para a quinta colocação.

Na última temporada, o desempenho ruim na reta final também quase foi preponderante para o rebaixamento palmeirense. Na 28ª rodada de 2014, a equipe estava no 12º lugar, quatro acima do Z-4, com 40% de aproveitamento. Na reta final, esse número caiu para 20%, e o time se salvou por dois pontos.

Em 2015, ao menos, o Palmeiras ainda tem a final da Copa do Brasil, contra o Santos, pela frente, podendo encerrar a temporada com um título. No Brasileiro, o time volta a campo no dia 18 de novembro, após a pausa para as eliminatórias, contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

 

Comentários

No Brasileiro de pontos corridos, Palmeiras despenca na hora H

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.