São Paulo demite dirigente que trouxe Doriva e recontrata filho de Sócrates

José Edgar de Matos, do ESPN.com.br
São Paulo
Gustavo Oliveira (dir) retorna como diretor executivo
Gustavo Oliveira (dir) retorna como diretor executivo

Responsável pela contratação do técnico Doriva, José Eduardo Chimello não faz mais parte da diretoria do São Paulo. Segundo apurou a reportagem do ESPN.com.br, o até então gerente de futebol entrou em um comum acordo com a nova diretoria, agora definitivamente presidida por Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e deixou o clube do Morumbi um dia antes do clássico desta quarta contra o Santos.

Contratado por Carlos Miguel Aidar em junho deste ano, Chimello deixa o clube após a efetivação da nova diretoria de futebol. As eleições ocorridas na última terça-feira confirmaram Leco como o presidente do São Paulo até abril de 2017, e o novo mandatário promove, assim, a primeira grande mudança no departamento da modalidade.

Depois de trabalhar no Ituano campeão paulista de 2014 - equipe comandada por Doriva -, Chimello chegou em junho e se tornou um homem de confiança de Carlos Miguel Aidar. O antigo presidente, que renunciou no último dia 13, inclusive deu carta branca para o então dirigente acertar com o treinador são-paulino para substituir o colombiano Juan Carlos Osorio.

Doriva garante: 'Vamos buscar a Libertadores'

Quem está de volta à diretoria tricolor é Gustavo de Oliveira, o último gerente de futebol antes de Chimello. O filho de Sócrates, no entanto, retorna como diretor executivo remunerado do clube. Outro nome antigo na diretoria de Leco é Ataíde Gil Guerreiro no cargo de vice-presidente.

Comentários

São Paulo demite dirigente que trouxe Doriva e recontrata filho de Sócrates

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.