Legado de Gareca? Argentinos comandam vitória sobre Avaí, e Palmeiras volta ao G-4

ESPN.com.br
Assista aos gols da vitória do Palmeiras sobre o Avaí por 3 a 1

Encostados, esquecidos. A rotina dos argentinos do Palmeiras, desde a saída de Ricardo Gareca, se limitou na maior parte do tempo a treinos, treinos e mais treinos. Neste sábado, no entanto, a chance veio, e o ‘legado de Gareca' se mostrou vivo. Com ótima atuação de Mouche e Cristaldo, especialmente, o time alviverde derrotou o Avaí pelo placar de 3 a 1, em plena Ressacada, e assumiu a quarta colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.

A noite ‘argentina' - Agustín Allione também se apresentou bem diante dos catarinenses - recoloca o Palmeiras na última posição da zona da Libertadores. Restando sete rodadas para o final do Brasileiro, o time comandado por Marcelo Oliveira soma 48 pontos, dois a mais do que Santos e São Paulo, que entram em campo neste domingo diante de Goiás e Vasco, respectivamente.

Mesmo com reservas, o Palmeiras sobrou diante do Avaí. O placar tranquilo em plena Ressacada reflete a situação do clube de Florianópolis na Série A. Estacionado com somente 33 pontos, o time precisará torcer por derrotas de Coritiba (encara a Ponte Preta na manhã de domingo) e Goiás para permanecer fora da zona de rebaixamento.

Diante de um rival tenso, o clube visitante construiu o resultado positivo a partir dos 15min da primeira etapa, quando Mouche descolou belo passe para Cristaldo, que tocou para Gabriel Jesus completar para a rede. O gol colocou os paulistas em vantagem na metade inicial de partida.

No tempo final, os argentinos apareceram de novo. Assistente no primeiro gol, Cristaldo encontrou a rede e quebrou um incômodo jejum - não marcava desde agosto. O camisa 9 completou cruzamento de escanteio de Allione e ampliou a diferença no marcador, tranquilizando ainda mais o duelo para o clube alviverde.

O Avaí ainda ensaiou uma reação, com André Lima diminuindo o marcador aos 23min. Entretanto, aos 32min, Dudu, que entrou na vaga de um aplaudido Mouche, recebeu dentro da área, passou por Vagner e fechou o marcador para a primeira vitória do Palmeiras depois de três rodadas de jejum - duas derrotas consecutivas (Ponte Preta e Chapecoense).

Agora, o Palmeiras concentra-se na Copa do Brasil. Na quarta-feira, a equipe de Marcelo Oliveira encara o Fluminense, no Maracanã, pelo primeiro duelo semifinal. Mesmo com boas atuações, os argentinos, no mata-mata, devem testemunhar do banco de reservas (ou da televisão mesmo) a formação com os titulares.

La banda loca de la Argentina

Eduardo Valente/Gazeta Press
Mouche teve a chance de ser titular e aproveitou: foi um dos destaques
Mouche teve a chance de ser titular e aproveitou: foi um dos destaques

Pablo Mouche, que ficou seis meses afastado após lesionar gravemente o joelho, e Agustín Allione receberam poucas chances neste Campeonato Brasileiro. Cristaldo, por outro lado, é reserva com Marcelo Oliveira. Diante do Avaí, quando os reservas receberam chance, o trio não decepcionou, pelo contrário.

Mouche mostrou que merece mais chances - o camisa 17 criou a chance do primeiro gol, descolando um ótimo passe para Cristaldo; já o centroavante deu assistência e ainda deixou o dele. Allione, por sua vez, cruzou o escanteio que resultou no gol do compatriota e mostrou boa movimentação. Reforços para Marcelo Oliveira nesta reta final.

Jejum? Não no Palmeiras

Vice-artilheiro do Palmeiras na temporada, Cristaldo quebrou uma importante marca diante do Avaí. Foi o primeiro gol do argentino desde agosto deste ano; Churry agora soma 14 no ano, apenas um atrás de Rafael Marques.

Gabriel Jesus também afastou o gosto amargo de 'passar em branco'. O gol contra o Avaí foi o primeiro da jovem promessa após um mês.

Erro dE arbitragem

A tranquila vitória palmeirense não passou incólume aos problemas com a arbitragem brasileira. Durante o primeiro tempo, o atacante André Lima, do Avaí, sairia com liberdade na direção da área paulista. A arbitragem comandada por Marcelo de Lima Henrique, contudo, marcou impedimento de maneira equivocada.

O erro foi crasso, já que o centroavante do Avaí partiu do campo de defesa, o que anula qualquer tipo de impedimento. Os catarinenses chiaram nas arquibancadas, e com toda a razão.

Próximo desafio

Pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras retorna a campo em 24 de outubro, quando receberá o Sport, no Pacaembu - o Allianz Parque estará fechado graças ao show da banda Muse. O Avaí, por outro lado, duela contra a Chapecoense um dia depois, no interior catarinense.

FICHA TÉCNICA:
AVAÍ 1 X 3 PALMEIRAS

Local: Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 17 de outubro de 2015, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva e Ricardo Bezerra Chianca (ambos de PE)
Cartões Amarelos: Nino Paraíba, Adriano, Marquinhos (Avaí); Andrei Girotto, Allione, Thiago Santos, Dudu (Palmeiras)
Gols:
AVAÍ: André Lima, aos 24 minutos do segundo tempo
PALMEIRAS: Gabriel Jesus, aos 17 minutos do primeiro tempo, Cristaldo, aos 15 minutos do segundo tempo, e Dudu, aos 33 minutos do segundo tempo

AVAÍ: Diego; Nino Paraíba, Jéci, Emerson e Romário; Adriano (Roberto), Renan, Pablo e Marquinhos (Camacho); André Lima e Léo Gamalho (Rômulo). Técnico: Gilson Kleina

PALMEIRAS: Fernando Prass; João Pedro, Jackson, Leandro Almeida e Egídio; Thiago Santos e Andrei Girotto (Amaral); Mouche (Mouche), Allione (Rafael Marques) e Gabriel Jesus;Cristaldo. Técnico: Marcelo Oliveira

Comentários

Legado de Gareca? Argentinos comandam vitória sobre Avaí, e Palmeiras volta ao G-4

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.