Palmeiras decepciona outra vez, Ponte Preta vence e fica perto do G-4

ESPN.com.br
Veja o gol da vitória por 1 a 0 da Ponte Preta sobre o Palmeiras

A Ponte Preta ajudou a parte de cima da tabela do Brasileiro a ficar um pouco mais imprevisível. Nesta quarta-feira, o time campineiro venceu o Palmeiras por 1 a 0 em pleno Allianz Parque, pela 30ª rodada da competição nacional. O único gol do jogo foi feito por Fernando Bob, de pênalti.

Com o resultado, a própria equipe de Campinas fica mais próxima do G-4 da Série A. Os comandados pelo interino Felipe Moreira - que substituiu Doriva - chegam a 44 pontos e estão na 9ª colocação, a dois do Santos, quarto colocado e que joga nesta quinta contra o Grêmio.

O Palmeiras - que não conseguiu se recuperar da goleada sofrida para a Chapecoense na última rodada -, por sua vez, permanece com 45 pontos na tabela. Os comandados de Marcelo Oliveira ocupam no momento a sexta posição.

PRÓXIMA RODADA

O Palmeiras volta a campo no próximo sábado pelo Brasileiro. A equipe enfrentará o Avaí, atual 16º colocado, com 33 pontos, às 18h30 (horário de Brasília), na Ressacada. Já a Ponte Preta irá encarar o Coritiba no Moisés Lucarreli no domingo, a partir das 11h (de Brasília).

embalo e jejum

Com a vitória, a Ponte Preta manteve o embalo que tinha com Doriva. Foi a quinta vitória nos últimos seis jogos pelo Brasileiro da equipe campineira - o outro duelo acabou em empate, contra o Corinthians.

Uma sequência positiva que justifica o fato da equipe estar perto do G-4 da competição.

Por outro lado, o Palmeiras perde novamente uma chance de pressionar os rivais na briga pela Libertadores. Foi o terceiro jogo consecutivo sem vitória na Série A - a equipe já vinha de derrota para a Chapecoense e empate com o São Paulo.

Gazeta Press
Gabriel Jesus durante jogo contra a Ponte Preta
Gabriel Jesus durante jogo contra a Ponte Preta

primeiro tempo

A Ponte Preta conseguiu manter uma superioridade na posse de bola desde o princípio da partida. Mesmo assim, a marcação eficiente do Palmeiras não permitia ao time visitante criar chances claras. Os palmeirenses, por outro lado, também não conseguiram ir bem no ataque.

E o que tirou o zero do placar foi um pênalti. Felipe Azevedo cruzou da esquerda, a bola tocou no braço do zagueiro Victor Ramos e o árbitro Raphael Claus apontou para a marca de cal. Na cobrança, Fernando Bob bateu firme no canto direito de Prass para abrir o placar.

Com a desvantagem no placar, o técnico Marcelo Oliveira fez a primeira substituição ainda aos 34 minutos. Ele sacou Andrei Girotto para a entrada de Gabriel Jesus. E foi dos pés do jovem atacante que saiu a melhor chance da equipe da capital: ele chutou da entrada da área, mas Marcelo Lomba fez grande defesa.

'Não foi pênalti para a Ponte Preta', diz Salvio; entenda

segundo tempo

Na segunda etapa, o Palmeiras entrou como uma outra postura e conseguiu ficar com superioridade na posse de bola. Novamente, isso não significou ter uma série de chances claras para conseguir empatar a partida.

A melhor delas veio aos 20 minutos. Allione, que havia acabado de entrar, cruzou da direita. Gabriel Jesus pegou de primeira e Lomba fez excelente defesa para impedir o empate.

A Ponte, então, recuou de vez apostando em uma saída rápida em contra-ataque. Fora isso, a defesa campineira teve que se virar com os inúmeros cruzamentos realizados pelo ataque palmeirense. Nos acréscimos, Rafael Marques acertou uma bicicleta de dentro da área, mas a bola foi para fora, por pouco. 

Alecsandro admite chateação com xingamentos, mas entende cobrança

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 0 X 1 PONTE PRETA

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 14 de outubro de 2015, quarta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Herman Brumel Vani (ambos de SP)
Público: 28.981 pagantes
Renda: R$ 1.298.123,70
Cartões amarelos: Dudu e Gabriel Jesus (Palmeiras); Gilson, Jeferson e Cristian (Ponte Preta)
Gol: PONTE PRETA: Fernando Bob (pênalti), aos 27 minutos do primeiro tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e João Paulo; Thiago Santos e Andrei Girotto (Gabriel Jesus); Rafael Marques, Dudu (Allione) e Zé Roberto; Alecsandro (Cristaldo). Técnico: Marcelo Oliveira

PONTE PRETA: Marcelo Lomba; Jeferson, Renato Chaves, Fábio Ferreira (Tiago Alves) e Gilson; Fernando Bob (Juninho) e Elton; Felipe Azevedo (Diego Oliveira), Cristian e Biro Biro; Borges. Técnico: Felipe Moreira

Zé Roberto pede foco; Gabriel Jesus vê Palmeiras abalado: 'A gente não esperava'
Comentários

Palmeiras decepciona outra vez, Ponte Preta vence e fica perto do G-4

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.