Insatisfeitos, vizinhos do Allianz Parque reclamam de bebidas, drogas e trânsito

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
MARIO ANGELO/Sigmapress/Gazeta Press
Palmeiras Torcida Santos Campeonato Brasileiro Allianz Parque 19/07/2015
Torcedores do Palmeiras fazem festa antes de jogo no Allianz Parque

Insatisfeitos com os inconvenientes nos dias de jogos e shows no estádio Allianz Parque, vizinhos do estádio do Palmeiras fizeram uma reunião na noite de quinta-feira. Durante o encontro, o grupo discutiu os problemas e pensou em sugestões para levar ao Ministério Público.

Representantes da Subprefeitura da Lapa e da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) participaram da reunião com moradores de diferentes ruas localizadas nas imediações do clube. O encontro, divulgado na internet, motivou uma série de insultos e ameaças em redes sociais.

De acordo com os moradores, a ampliação e o caráter multiúso do estádio, reinaugurado em 2014, agravaram os inconvenientes em dias de eventos. Venda e consumo de bebidas alcoólicas, uso de drogas ilícitas, barulho, sujeira, insegurança, tráfego intenso e bloqueio de ruas estão entre os problemas relatados pelo grupo, bem como a tradicional aglomeração de torcedores na antiga rua Turiassu (atualmente rua Palestra Itália) na véspera dos jogos.

"É preciso uma revisão na legislação atual e uma nova e específica legislação para locais onde há arenas e estádios de futebol que regule o que pode e não pode ser feito, normatize o acesso às regiões da cidade em dias relacionados a jogos e shows, que respeite o direito de ir e vir e o direito ao descanso dos moradores, e determine responsabilidades e punição rigorosa para quem desrespeitá-la", diz carta enviada pelos moradores aos vereadores de São Paulo.

O grupo diz já ter entrado em contato com WTorre e Palmeiras, além da Polícia Militar e até da organizada "Mancha Alvi-Verde". Os moradores, em diálogo regular com a Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo, questionam os trâmites burocráticos realizados para liberar a reforma do estádio e elaboraram uma espécie de dossiê.

Os vizinhos foram orientados a documentar os inconvenientes decorrentes de eventos no estádio e, se for o caso, registrar boletins de ocorrência. Em breve, o grupo deseja participar de reunião com representantes do Palmeiras, também para tratar de problemas que envolvem o clube social em dias sem jogos, especialmente o barulho.

Sede da abertura do primeiro campeonato oficial do Brasil em 1902, o Parque Antárctica passou a receber o Palestra Itália como mandante em 1917 e, três anos depois, foi comprado pelo clube. Atualmente, além da arena, a região abriga shoppings, hipermercados e empreendimentos imobiliários.

ALE VIANNA/Agência Eleven/Gazeta Press
Paulo Nobre Marquito Rua Palestra Italia Palmeiras Allianz Parque Inauguração 12/06/2015
Rua em frente ao estádio mudou de nome

"O Palmeiras foi fundado em 1914, é verdade. Mas desde então São Paulo cresceu, a legislação mudou e as regras de ordenamento da cidade foram alteradas. Há plano diretor, lei de zoneamento. Existe uma legislação e as pessoas têm direitos. Quem usa o argumento de que o clube chegou primeiro está desconectado da realidade", disse uma das moradoras, em condição de anonimato.

De acordo com os vizinhos do estádio Palestra Itália, não há qualquer tipo de motivação clubística no pleito - alguns se dizem palmeirenses. Os moradores ainda negam que a construção da arena tenha trazido valorização aos imóveis residenciais da região, como muitos supõem.

As assessorias de imprensa do Palmeiras e da WTorre preferiram não se manifestar oficialmente sobre o assunto. Nesta sexta-feira, a cantora norte-americana Katy Perry se apresenta no estádio do Palmeiras.

Comentários

Insatisfeitos, vizinhos do Allianz Parque reclamam de bebidas, drogas e trânsito

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.