Após oitava derrota em 11 jogos, Enderson admite má atuação do Flu: 'Deixamos a desejar'

ESPN.com.br
Gazeta Press
Enderson Moreira está pressionado no comando do Fluminense
Enderson Moreira está pressionado no comando do Fluminense

A presença de Mário Bittencourt ao lado de Enderson Moreira na entrevista coletiva após a derrota do Fluminense para o Sport, na Arena Pernambuco, parecia o prenúncio de uma demissão. Mas não houve troca no comando, mesmo com oito derrotas nos últimos 11 jogos. O treinador, até segunda ordem, está mantido. E para ele, o Tricolor deixou a desejar e atuou mal, mas houve equilíbrio na partida.

"Deixamos a desejar. Não vi nenhum tipo de supremacia dos dois lados. Tivemos algumas bolas paradas. Mas foi um jogo que deixou a desejar tecnicamente. Não vi uma construção de uma equipe melhor do que a outra para que tivesse um vencedor de verdade", declarou.

O Fluminense caiu mais duas posições na tabela. Com 34 pontos, é 11º, e está aos mesmos sete pontos do G-4 e do Z-4. Nada que tire o sono de Enderson. Nem o emprego.

"Estou convicto do que estou fazendo. Tenho pensamento para frente. Não estou pensando em deixar o Fluminense. Acho que estamos exatamente no meio da tabela. As distâncias para G-4 e Z-4 são idênticas. O que mais nos preocupa é que nós não conseguimos uma regularidade. É difícil falar. São seres humanos. A equipe como um todo não teve frescor, não teve intensidade, não teve mobilidade. Estamos buscando entender. A equipe não conseguiu produzir", disse.

Enderson garantiu que não se sente pressionado apesar da má fase. O Fluminense é o lanterna do returno do Campeonato Brasileiro, com apenas um ponto em 18 possíveis.

"A pressão existe em todo momento que você pisa no clube. Somos pressionados por resultados constantemente. Isso não nos tira a tranquilidade, a vontade de fazer com que as coisas funcionem bem. Quem não está acostumado com a pressão, não pode trabalhar. Sempre queremos que o Fluminense possa vencer. Entendemos o torcedor, a situação, entendemos que estão decepcionados", afirmou.

Na próxima quarta-feira, às 19h30, o Fluminense recebe o Palmeiras no Maracanã. O treinador garantiu a dificuldade de mudar a situação.

"A ação do treinador é muito limitada. Nós só trabalhamos com recuperação. Nós talvez tenhamos tido um problema maior porque tivemos uma remontagem. Isso fez com que tivesse desgaste de algumas peças importantes. Estamos tentando retomar isso. É difícil, é complicado. Mas é nossa tentativa", explicou, inseguro.

Assista ao gol da vitória por 1 a 0 do Sport sobre o Fluminense 
Comentários

Após oitava derrota em 11 jogos, Enderson admite má atuação do Flu: 'Deixamos a desejar'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.