Mayweather se despede dos ringues invicto, igual a Rocky Marciano, e 'sem graça'

ESPN.com.br
Reuters
Floyd Mayweather durante sua luta contra Andre Berto em Las Vegas
Floyd Mayweather durante sua luta contra Andre Berto em Las Vegas

Floyd Mayweather é, provavelmente, o maior pugilista do século XXI. Campeão mundial por cinco categorias diferentes, o norte-americano de 38 anos subiu ao ringue neste sábado, no MGM Grand Hotel & Casino, em Las Vegas, para sua última luta como profissional diante do compatriota Andre Berto.

Como esperado, 'Money' comprovou o favoritismo e venceu pela 49ª vez em 49 lutas, se igualando ao lendário Rocky Marciano no cartel. Assim, ele se aposenta com os cinturões da Associação Mundial de Boxe (WBA), do Conselho Mundial de Boxe (WBC) e da Organização Mundial de Boxe (WBO) no meio-médio.

No entanto, mais uma vez, na decisão unânime dos jurados (117-111, 118-110 e 120-108). Novamente sem um nocaute - o último aconteceu há quatro anos. Até vaias foram ouvidas da plateia em Las Vegas pela luta "sem graça".

Ao final do 12º round, ele resolveu até dançar, em gesto controverso.

"Minha carreira acabou", confirmou logo após a confirmação da vitória.

Quase bilionário (apenas em bolsas conseguiu quase US$ 500 milhões), Floyd Mayweather dominou o esporte como poucos na história. Pode não ter sido o mais performático, mas sua defesa, sua inteligência e sua técnica ficarão guardadas.

Em seu cartel, vitórias sobre lendas como Oscar De La Hoya, Shane Mosley, Juan Manuel Márquez e Manny Pacquiao. Agora, terá o descanso dos justos.

Comentários

Mayweather se despede dos ringues invicto, igual a Rocky Marciano, e 'sem graça'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.