Vem que tem! Fluminense quer manter molecada campeã do Brasileirão Sub-20

Caio Blois e Gabriela Moreira, para o ESPN.com.br
Fluminense FC
Jogadores do Fluminense posam com a taça de campeão do Brasileirão Sub-20
Jogadores do Fluminense posam com a taça de campeão do Brasileirão Sub-20

De olho no assédio ao time campeão invicto do Brasileirão Sub-20, o Fluminense quer manter a molecada de Xerém sob suas rédeas. O Tricolor sabe que os atletas estão em evidência, mas quer o retorno técnico deles atuando pela equipe profissional. Por isso, o Flu deve subir, no mínimo, três atletas para o elenco comandado por Enderson Moreira e pretende segurar suas joias para o futuro.

A ideia é aproveitar os expoentes da equipe no elenco que disputa o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. O volante Douglas e o atacante Matheus Pato, craque e artilheiro da competição, respectivamente, devem ser os primeiros. Ambos já vinham treinando e chegaram a ficar como opção no banco em partidas contra Joinville, Paysandu e Avaí. A expectativa é que outros atletas da geração cheguem ao profissional. Os laterais Breno e Léo Pelé, o zagueiro Nogueira, o meia Daniel e os atacantes Paulinho e Pedro também tem chances de se juntar ao grupo que conta com estrelas como Fred e Ronaldinho Gaúcho.

Volante do Fluminense Sub-20 destaca união da equipe e afirma: 'Vamos chegar longe'

Como de costume no Brasil, há o temor pelos "caça-talentos": equipes do futebol estrangeiro que costumam tirar as joias dos clubes formadores. E como todos os clubes brasileiros, o Flu tem problemas financeiros, e a venda de jogadores surge como esperança para reforçar os combalidos cofres tricolores.

Jovens como Marlon, Gérson e Kenedy poderiam ter atuado na equipe campeã. Todos eles, em algum momento, fizeram parte da base do grupo que venceu o Campeonato Brasileiro Sub-20. Com a exceção do zagueiro, titular do Fluminense, os outros dois foram vendidos, respectivamente, para Roma (ITA) e Chelsea (ING), após despontarem na equipe profissional.

Em busca do primeiro título nacional no ano, jovens do Flu querem fazer história no clube

Um episódio na competição chamou a atenção. No confronto contra o Flamengo, o Tricolor jogava pelo empate para se classificar para a grande final.

O clube da Gávea, por meio da sua diretoria, ofereceu "bicho" - jargão do futebol para premiação por vitória - para os jogadores. A história chegou ao vestiário do Fluminense.

Rapidamente, as dirigentes tricolores lembraram aos jovens que o prêmio oferecido por eles era o mesmo desde a chegada: a promessa de um plano de carreira da Fábrica de Talentos em Xerém até às Laranjeiras e o futebol europeu, como pauta a filosofia das divisões de base do Fluminense.

O vice presidente de futebol profissional do Flu, Mario Bittencourt parabenizou a molecada de Xerém pela conquista inédita, exaltando dirigentes e o projeto criado para as divisões de base.

"Fico muito feliz pelo título e agradecido demais aos atletas pela maneira que defenderam nossas cores e por este presente que deram no dia do meu aniversário. Parabenizo também em especial ao nosso presidente Peter que lutou por esse projeto desde que foi eleito, ao Fernando Simone que levou esse projeto com maestria durante quatro anos, ao Marcelo Teixeira que hoje segue o projeto e ao Rui Reisinger que dedica sua vida diariamente também a estes garotos", disse Mario Bittencourt.

Assista aos melhores momentos da vitória do Fluminense sobre o Vitória por 3 a 0!
Comentários

Vem que tem! Fluminense quer manter molecada campeã do Brasileirão Sub-20

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.