Com apoio de Paulo Rink, Câmara aprova volta da cerveja aos estádios de Curitiba

Diego Garcia, do ESPN.com.br
ESPN.com.br
Estádios de Curitiba podem voltar a vender cerveja em breve
Estádios de Curitiba podem voltar a vender cerveja em breve

Por 19 votos a 11, a Câmara de Vereadores de Curitiba aprovou nesta terça-feira a volta da venda de cervejas nos estádios de futebol da cidade, em votação de primeiro turno.

O projeto de lei autoriza a comercialização de bebidas alcoolicas nas arenas esportivas depois de sete anos de proibição, já que o veto acontece desde a temporada 2008 na capital do estado.

Uma nova votação vai ocorrer na manhã desta quarta-feira, novamente na Câmara. Se for de novo aprovado, o projeto vai cair nas mãos do prefeito Gustavo Fruet, que vai dar o voto final para permitir novamente a cerveja nos estádios.

As três principais equipes do Paraná já haviam se juntado para entrar na Justiça pela volta da venda de cervejas nos estádios de futebol. Atlético-PR, Coritiba e Paraná contrataram um grupo de advogados para tentar a mudança.

Beto Moraes (PSDB), Bruno Pessuti (PSC), Chico do Uberaba (PMN), Colpani (PSB), Cristiano Santos (PV), Dona Lourdes (PSB), Felipe Braga Cortes (PSDB), Helio Wirbiski (PPS), Jonny Stica (PT), Jorge Bernardi (PDT), Mauro Ignacio (PSB), Paulo Rink (PPS), Paulo Salamuni (PV), Pedro Paulo (PT), Piet Petruzziello (PTB), Sabino Picolo (DEM), Serginho do Posto (PSDB), Tico Kuzma (PROS) e Tito Zeglin (PDT) votaram a favor do projeto.

Cacá Pereira (PSDC), Carla Pimentel (PSC), Chicarelli (PSDC), Dirceu Moreira (PSL), Geovane Fernandes (PTB), Mestre Pop (PSC), Noemia Rocha (PMDB), Professora Josete (PT), Rogério Campos (PSC), Tiago Gevert (PSC) e Zé Maria (SD) foram contra.

 

Comentários

Com apoio de Paulo Rink, Câmara aprova volta da cerveja aos estádios de Curitiba

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.