Banco faz previsão catastrófica para cofres de Cruzeiro e Atlético-MG

Francisco De Laurentiis, do ESPN.com.br
André Yanckous/Agif/Gazeta Press
De Arrascaeta Cruzeiro Edcarlos Atletico-MG Campeonato Mineiro 20/04/2015
Cruzeiro e Atlético-MG fecharão o ano no buraco financeiro, segundo estudo

Em campo, os rivais Atlético-MG e Cruzeiro vivem situações opostas. Enquanto os alvinegros lutam pelo título, os celestes tentam ficar longe da degola. No entanto, no quesito finanças, os dois caminham na mesma direção: um prejuízo enorme.

Segundo estudo do Itaú BBA, o banco de investimentos do grupo Itaú, a previsão para o fim de 2015 é de um cenário catastrófico para a dupla de Belo Horizonte.

A situação mais grave é a do "Galo". O documento prevê que os atleticanos terão o maior prejuízo EBITDA, que é a diferença entre receitas e despesas antes do pagamento de impostos, juros, depreciação e amortizações, entre todas as equipes analisadas.

A previsão é alarmante: prejuízo de R$ 25 milhões (que será muito maior depois do pagamento dos impostos), e uma verdadeira bronca.

"O Atlético-MG vem praticando movimentos ousados em termos de gestão há algum tempo, mantendo elencos que lhe permite disputar títulos nos últimos três anos. O problema é que uma hora a conta deixa de fechar, algumas vezes por questões sobre as quais o clube não consegue agir, como o fim de um contrato de publicidade ou não vender atletas no montante necessário", diz parte do estudo.

"Não há motivos para as receitas terem crescido, e com custos elevados, é mais um ano de all in financeiro. A Libertadores já foi. Desta forma, o clube se coloca em risco. Exceto se tenha liberado os recursos da venda de Bernard que ficaram retidos num Depósito Judicial, com a condição de liquidez altamente desbalanceada e a geração de caixa negativa, só um milagre ou aporte de recursos extraordinários podem equacionar o clube. Do jeito que caminha, em algum momento o Galo deixará de cantar", decreta.

O Cruzeiro também vive situação grave. De acordo com o Itaú BBA, o time mineiro terá o segundo maior prejuízo EBITDA do país neste ano.

De acordo com o documento, a "Raposa" fechará o ano num buraco de R$ 19 milhões (sempre lembrando que esse é o valor antes dos impostos), em uma análise que cita até a queda para a Série B. 

"Tradicionalmente, a gestão do Cruzeiro trabalha no limite da agressividade financeira. Usualmente apresenta geração de caixa negativa, muitos investimentos e a conta só fecha com entradas não operacionais", diz trecho do estudo.

"O clube está longe de apresentar uma gestão financeira moderna e que busca uma folga financeira, levando ao extrema a ideia de que clube de futebol não precisa de lucro, precisa de títulos. É verdade, mas no meio do caminho pode ter que lidar com alguma temporada na Série B, como quase aconteceu há alguns anos. É sempre um risco desnecessário", completa.

Além de Cruzeiro e Atlético-MG, o único time que fechará 2015 no vermelho, segundo o banco de investimentos, será o Inter, com prejuízo EBTIDA de R$ 3 milhões.

Entre os clubes que fecharão o ano no azul, destaques para Flamengo (lucro de R$ 89 milhões), Palmeiras (R$ 63 milhões) e Grêmio (R$ 42 milhões), que formam o top 3.

Veja as previsões do Itaú BBA para o final de 2015:

Atlético-MG: prejuízo de R$ 25 milhões
Botafogo: lucro de R$ 3 milhões
Corinthians: lucro de R$ 17 milhões
Cruzeiro: prejuízo de R$ 19 milhões
Flamengo: lucro de R$ 89 milhões
Fluminense: lucro de R$ 29 milhões
Grêmio: lucro de R$ 42 milhões
Internacional: prejuízo de R$ 3 milhões
Palmeiras: lucro de R$ 63 milhões
Santos: lucro de R$ 14 milhões
São Paulo: lucro de R$ 9 milhões
Vasco: lucro de R$ 7 milhões

Comentários

Banco faz previsão catastrófica para cofres de Cruzeiro e Atlético-MG

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.