Dirigente da CBF reconhece pênalti para o São Paulo no clássico

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Veja entrevista em que dirigente da CBF reconhece pênalti para o São Paulo

O toque da bola no braço de Uendel, no último minuto do empate em 1 a 1 entre São Paulo e Corinthians, segue dando o que falar. Nesta segunda-feira, a CBF disponibilizou a opinião do diretor técnico da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol sobre o polêmico lance do Majestoso.

"Primeiro um ponto negativo, que foi o pênalti no jogo São Paulo e Corinthians. É verdade que o lance teve grau de dificuldade elevada, uma vez que havia uma grande quantidade de jogadores dentro da área. O jogador (Uendel) fez uma rotação com o tórax, o que dificultou a visão do árbitro, apesar dele estar bem colocado", avaliou Manoel Serapião Filho, diretor técnico da Enaf.

A jogada ocorreu aos 48 minutos do segundo tempo. Com um a mais em campo após a expulsão do zagueiro Felipe, o São Paulo seguia no ataque em busca do gol da vitória. No lance, o volante Wesley arriscou um chute de primeira e carimbou o braço de Uendel, que girou o corpo no momento do toque e impediu a visão do árbitro Leandro Vuaden, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Alex Ribeiro.

Para Manoel Serapião Filho, o pênalti não marcado a favor do São Paulo foi o único ponto negativo da rodada.

"A 17ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro transcorreu com normalidade e com a expectativa positiva da comissão de arbitragem. Nós estamos com um padrão de arbitragem de bom nível, sempre crescendo e revelando novos árbitros", destacou o diretor, que ainda comentou outras duas partidas.

"No jogo entre Palmeiras e Cruzeiro, houve um acerto de arbitragem muito positivo. Um trabalho de equipe que é um dos pontos fortes da nossa arbitragem. O árbitro (Wilton Pereira Sampaio) também não teve boa visão, mas o assistente (os auxiliares eram Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires) o socorreu e apontou corretamente. Houve o pênalti e foi muito bem marcado", avaliou Manoel, em referência ao pênalti marcado contra o Palmeiras.

"Para fechar a nossa expectativa, tivemos o Gre-Nal. Com um árbitro de Belém do Pará, uma das novas apostas da CBF e prestes a ser ingressado na Fifa, que já está se credenciando como um dos grandes árbitros do país. O Dewson Freitas fez um clássico muito difícil e complicado com muito equilíbrio emocional, muita serenidade, e com uma arbitragem absolutamente limpa. Então acho que a rodada foi extremamente positiva", finalizou.

Juca: 'SPFC deve erguer a mão para o céu por não ter sido marcada a manchete'
Comentários

Dirigente da CBF reconhece pênalti para o São Paulo no clássico

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.