Camisa 10, Marcelo Suartz conquista o ouro no boliche, sua segunda medalha em Pans

Tiago Leme e Gustavo Faldon, de Toronto (CAN), ESPN.com.br
Tiago Leme/ESPN
Marcelo Suartz conquistou mais uma medalha para o Brasil no boliche do Pan
Marcelo Suartz conquistou mais uma medalha para o Brasil no boliche do Pan

Em sua segunda participação em Jogos Pan-Americanos, o brasileiro Marcelo Suartz conquistou a sua segunda medalha na competição, e desta vez subiu dois degraus no pódio e levou o ouro inédito para o país na modalidade. Neste sábado em Toronto, o camisa 10 da seleção de boliche venceu Amleto Monacelli, da Venezuela, por 201 a 189, na final do torneio de simples.

Pouco antes, na semifinal, o aleta de 27 anos tinha derrotado o norte-americano Devin Bidwell, pelo placar de 202 a 182. Bildwell ficou com o bronze, ao lado do canadense Dan Maclelland. Pela manhã, Suartz ficou na segunda colocação na fase do round robin. Na decisão contra o venezuelano, ele saiu atrás no placar, mas teve tranquilidade e conseguiu virar o duelo, com strikes precisos.

"Foram anos de trabalho, de dedicação. Eu trabalho full time, ainda tem academia, e ganhar de vários profissionais que estão aqui é um grande prazer. Eu consegui controlar a ansiedade, a pressão, foi difícil, mas eu estava preparado mentalmente e deu certo. Eu dedico esse ouro principalmente para o meu pai e minha mãe, que me ajudaram muito na minha vida", comemorou Suartz, que ainda falou sobre a camisa 10 que vestiu e brincou.

"Me deram o número dez, mas foi coincidência. Foi que nem o Romário, bati no peito e derrubei os pinos".

As partidas do boliche no Pan-2015 começaram na quarta-feira, nas duplas e simples, e o Brasil também contava na equipe com Charles Robini, Roberta Rodrigues e Stephanie Martins.

Em 2011, em Guadalajara, Marcelo Suartz supreendeu ao faturar a medalha de bronze e hoje é o grande nome do país. Filho de pais que também praticavam a modalidade, ele começou no esporte desde criança e estudou durante quatro anos na Universidade de Webber, na Flórida, nos Estados Unidos, onde se desenvolveu no boliche. Atualmente, mora em São Paulo e trabalha com marketing em uma empresa multinacional. Em Toronto, Suartz superou vários atletas que têm o boliche como profissão e vivem exclusivamente disso.

Tiago Leme/ESPN
O brasileiro Marcelo Suartz faturou a medalha de ouro no boliche no Pan-2015
O brasileiro Marcelo Suartz faturou a medalha de ouro no boliche no Pan-2015