Sport vence em casa, volta ao G-4 do Brasileirão e faz o São Paulo perder a cabeça

ESPN.com.br
Assista aos gols da vitória do Sport sobre o São Paulo por 2 a 0

O Sport provou, mais uma vez, que o fator casa tem feito a diferença a seu favor. O time de Recife não perde na Arena Pernambuco desde outubro do ano passado, e neste domingo a vítima foi o São Paulo, que perdeu por 2 a 0, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe comandada pelo técnico Eduardo Baptista volta ao G-4 e está na quarta posição, com 27 pontos, enquanto os paulistas caíram para sétimo, com 24.

As duas equipes entraram no estádio de São Lourenço da Mata sabendo que fariam um confronto direto para ficarem entre os quatro primeiros do Brasileirão em caso de vitória, já que estavam empatadas com 24 pontos. E mostraram isso dentro de campo, partindo para o ataque desde o começo e fazendo um jogo equilibrado.

Quem levou perigo no primeiro foi o Sport, em duas jogadas com participação de Diego Souza. Na primeira, o meia cobrou escanteio pela direita, e Rithely cabeceou por cima do gol. Na sequência, cobrou falta na entrada da área, à direita de Rogério Ceni. O São Paulo até tentava construir alguma jogava, mas sem ameaçar, de fato.

O gol do time da casa finalmente chegou aos 33 minutos da etapa inicial. Em contra-ataque, André e Marlone fizeram bela tabela pela esquerda, e o meia fez cruzamento rasteiro. A bola encontrou Élber, que só empurrou para o fundo da rede - Michel Bastos encostou nela, mas o juiz deu o gol para o jogador do Sport.

Foi um presente para Élber, que voltou a jogar neste domingo, após mais de um mês. A última partida do meia havia sido no dia 31 de maio, contra o Santos. Depois disso, no dia 2 de junho, ele sofreu uma lesão no menisco do joelho direito em choque com Rodrigo Mancha num treino e precisou passar por cirurgia.

Gazeta Press
ganso sao paulo x sport brasileirao 2015 gazeta
Ganso foi expulso pelo segundo cartão amarelo

No finzinho do primeiro tempo, o São Paulo teve sua melhor chance no jogo. Ganso deu bom passe para Pato na cara do gol, mas ele tentou driblar o goleiro, e Danilo Fernandes salvou.

A resposta veio logo. Dois minutos depois, Élber - que saiu no intervalo e deu lugar a Ferrugem, que estreou com a camisa do Sport - cruzou pela direita, e André fez de cabeça, mas estava impedido.

O segundo tempo foi bem pior para o time tricolor paulista, que jogou mal, não conseguiu encontrar espaços e se descontrolou. Sem conseguir parar o adversário e reagir para pelo menos empatar, a equipe teve três expulsos.

Em menos de dois minutos, Paulo Henrique Ganso, por reclamação, e Luis Fabiano, por falta dura, levaram o cartão vermelho. Eles já tinham amarelo, por falta e reclamação, respectivamente. O técnico Juan Carlos Osorio também foi expulso do banco de reservas depois de, ironicamente, aplaudir as exclusões de seus jogadores.

Com nove em campo, o São Paulo facilitou o segundo gol do Sport. Em bela jogada, André cruzou para o estreante Ferrugem, livre, marcar o segundo já nos acréscimos e sacramentar o resultado diante dos 41.994 torcedores que estavam no estádio - quebra de recorde de público na Arena Pernambuco.

A força do Sport em casa se confirma. A equipe de Eduardo Baptista não perde na Arena Pernambuco desde outubro do ano passado, em derrota para o Goiás por 1 a 0. Agora, já são 26 jogos de invencibilidade, depois de voltar a vencer no Brasileirão. O último triunfo no nacional havia sido em 1º de julho, contra o Internacional.

FICHA TÉCNICA:
SPORT 2 X 0 SÃO PAULO

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Data: 19 de julho de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)
Cartões amarelos: Renê (Sport)
Cartões vermelhos: Luis Fabiano e Ganso (São Paulo)
Gols: SPORT: Élber, aos 33 minutos do primeiro tempo. Ferrugem, aos 47 minutos do segundo tempo

SPORT: Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel (Rodrigo Mancha), Marlone, Diego Souza (Regis) e Élber (Ferrugem); André
Técnico: Eduardo Baptista

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rafael Toloi, Lucão e Edson Silva (Luis Fabiano); Thiago Mendes (Boschilia), Rodrigo Caio, Hudson, Ganso e Michel Bastos; Centurión (Reinaldo) e Alexandre Pato
Técnico: Juan Carlos Osorio

Comentários

Sport vence em casa, volta ao G-4 do Brasileirão e faz o São Paulo perder a cabeça

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.