Palmeiras segue 'imbatível', vence clássico e mantém o Santos na degola

Camila Mattoso, de São Paulo (SP), para o ESPN.com.br
Veja o gol da vitória do Palmeiras sobre o Santos por 1 a 0!

Com o apoio de mais de 38 mil torcedores, o Palmeiras venceu o Santos na tarde deste domingo, no Allianz Parque, por 1 a 0, na 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em dia de estreia do atacante Lucas Barrios, foi outro centroavante, Leandro Pereira, quem marcou o único gol do jogo, garantindo os três pontos para os donos da casa e o 6º lugar na classificação, agora mais perto do G-4, com 25 pontos.

Em meio a reformulações e contratações, a equipe alviverde chega a seu 7º jogo seguido sem perder, contando também com o último confronto da Copa do Brasil: são seis vitórias e um empate nessa série invicta. 

O time do litoral paulista, por outro lado, segue em situação complicada, ainda na zona de rebaixamento, com apenas 13 pontos somados nesta temporada. Essa foi a 7ª derrota no campeonato, contra apenas três vitórias.

O mais aplaudido antes de a bola rolar, Lucas Barrios começou o clássico no banco e foi chamado aos 27 minutos da segunda etapa para entrar pela primeira vez. O paraguaio, que chegou com status de estrela, ficando com a camisa 10 de Valdivia, teve pouco tempo, mas conseguiu empolgar a torcida. 

"Ole lê, ola lá, o Barrios vem aí e o bicho vai pegar", gritavam os torcedores.

Já no finalzinho, ele tentou jogada pelo lado direito, mas foi parado pela defesa. Não fez falta, no entanto. A equipe de Marcelo Oliveira tinha marcado aos 14 do primeiro tempo e conseguiu segurar o placar até o final.

O gol saiu dos pés de Leandro Pereira, que deu lugar para o estreante, em jogada que começou em um desarme de Egídio na lateral. Robinho ficou com a bola e tocou para o atacante marcar, depois de um belo giro em cima de Werley na entrada da área.

Apesar de ter ficado mais tempo com a bola no pé, o Santos fez pouco e ofereceu raro perigo para Fernando Prass. Com um meio campo de pouca criação, o time de Dorival Júnior apelou para as bolas aéreas e ligações diretas, o que não funcionou. 

A principal chance aconteceu aos 32 minutos, único momento em que o goleiro alviverde teve de trabalhar efetivamente, fazendo boa defesa de um chute de Gabriel do lado esquerdo da meta.

Além de Barrios, antes, aliás, Gabriel Jesus e Amaral entraram no Palmeiras. Dudu, um dos substituídos, agora enfrenta um dia importante nesta segunda-feira, quando será, enfim, julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo, em segunda instância.

MARIO ANGELO/Sigmapress/Gazeta Press
Leandro Pereira Comemora Gol Palmeiras Santos Campeonato Brasileiro 19/07/2015
Leandro Pereira fez o gol da vitória alviverde

Em maio, o atacante pegou 180 dias de gancho, mas o departamento jurídico conseguiu efeito suspensivo e aguarda a nova decisão.

Além de comemorar a vitória, o Palmeiras também festejou mais um grande público em seu estádio e, claro, dinheiro no bolso: 38.220 torcedores e R$ 2.741.640,00. O recorde, porém, segue sendo o da final do Paulista, contra o Santos, mas esse foi o melhor número considerando apenas o Campeonato Brasileiro.

A parte chata do confronto ficou por conta de uma jogada de Thiago Maia, que caiu de mal jeito e chegou a ficar desacordado por alguns segundos. Ele sentiu um estalo na coluna, foi imobilizado por precaução e levado para o hospital.

Na próxima rodada, a equipe alviverde visita o Vasco, no domingo, às 18h30 (horário de Brasília), em São Januário. No mesmo dia, mas às 11h, o Santos recebe o Joinville.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 1 x 0 SANTOS

Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP
Data: 19 de julho de 2015, domingo
Horário: 16h (horário de Brasília)
Público: 38.220 torcedores
Renda: R$ 2.741.640,00
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Henrique Correa (Fifa-RJ) e Dibert Pedrosa Moises (RJ)
Cartões amarelos: Egídio, Leandro Almeida e Arouca (PAL); Neto Berola, Werley e Ricardo Oliveira (SAN)
GOL: PALMEIRAS: Leandro Pereira, aos 13 minutos do primeiro tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Leandro Almeida e Egídio; Gabriel e Arouca (Amaral); Rafael Marques, Robinho e Dudu (Gabriel Jesus); Leandro Pereira (Lucas Barrios) Técnico: Marcelo Oliveira

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Werley, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia (Marquinhos Gabriel) e Lucas Lima; Geuvânio (Neto Berola), Gabriel (Nílson) e Ricardo Oliveira Técnico: Dorival Júnior

Marcelo Oliveira comemora, mas pondera: 'Vitória mais sofrida do que deveria'
Comentários

Palmeiras segue 'imbatível', vence clássico e mantém o Santos na degola

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.