Em meio a polêmicas, Malcom faz, e Corinthians derruba o líder Atlético-MG

ESPN.com.br
Assista ao gol da vitória do Corinthians sobre o Atlético-MG

O Corinthians sofreu, mas venceu o Atlético-MG por 1 a 0, neste sábado, em Itaquera, no 'horário balada' do Campeonato Brasileiro. Foi o garoto Malcom quem marcou o único gol da partida, com passe de Vagner Love, ainda no primeiro tempo, deixando fora de campo as polêmicas que envolveram seu nome na última semana. Malcom é suspeito de ter comprado a sua carteira de motorista. 

Com o resultado, o alvinegro paulista encostou na pontuação do rival desta noite, o líder da competição, com 29 pontos, e chegou ao segundo lugar.

A única forma que o Corinthians tinha para roubar a primeira posição era goleando por mais de cinco gols de diferença, já que o saldo é o critério de desempate no caso - ambos estão com o mesmo número de vitórias.

A colocação na tabela, no entanto, ainda depende do duelo entre Fluminense e Vasco, neste domingo. O tricolor carioca, com 27 pontos, pode ainda assumir a liderança.

Depois de ser eliminado da Copa Libertadores da América, com vexame contra o Guarani (PAR), a equipe de Tite conseguiu embalar de novo: essa foi a sexta partida seguida sem perder, com cinco vitórias e um empate, mesmo após as saídas de Fábio Santos, Paolo Guerrero e Emerson Sheik.

O duelo desta noite colocou frente a frente uma sólida defesa e um ataque frenético. Os mineiros são os líderes de gols marcados, 28 até agora, contra 16 do adversário deste sábado. Os paulistas, por outro lado, são os menos vazados, com apenas 8 tomados. 

Foi aos 41 minutos do primeiro tempo que o Corinthians conseguiu furar a zaga atleticana e balançar a rede. Vagner Love avançou pela esquerda e deu um belo passe para o meio da área, onde estava Malcom, que bateu de primeira, sem chances para o goleiro Victor.

O alvinegro de Minas sufocou na maior parte do tempo e teve duas chances muitos perigosas já nos acréscimos do segundo tempo. Walter, substituto de Cássio nessa noite, conseguiu salvar, fazendo uma grande defesa em um lance de Lucas Pratto.

O Corinthians viaja para pegar o Coritiba na próxima rodada, no Couto Pereira, enquanto o Atlético-MG recebe o Figueirense, no Independência. 

O jogo

Dono da melhor defesa do Campeonato Brasileiro, o Corinthians inverteu os papéis contra a equipe do ataque mais efetivo e tomou a iniciativa de acuar o Atlético-MG nos primeiros minutos de partida. Deu resultado.

Embora Rildo (o substituto do suspenso Jadson) tivesse dificuldades para se manter em pé do lado esquerdo do campo, caindo quase sempre que encontrava um marcador, o Corinthians logo criou oportunidades de gol. Aos dez minutos, Elias aproveitou uma hesitação de Leonardo Silva, que havia interceptado tabela com Fagner, e invadiu a área para chutar cruzado. A bola passou perto da meta.

Para sair do campo de defesa, o Atlético-MG apostava nas arrancadas do atleta que marcou o primeiro gol em um jogo oficial realizado em Itaquera, pelo Figueirense. Giovanni Augusto até levantou a torcida visitante ao avançar com dois dribles da vaca em sequência, porém pareceu exageradamente empolgado com o seu retorno ao estádio e isolou a bola na hora da conclusão.

O outro jogador incumbido de dar velocidade ao Atlético-MG permaneceu pouco tempo no gramado. Luan se lesionou e pediu para ser substituído aos 22 minutos, dando lugar a Carlos. Àquela altura, os visitantes já não eram mais aquele time pressionado do princípio da partida.

Aos 24, Giovanni Augusto recebeu de Thiago Ribeiro e encontrou Lucas Pratto dentro da área. O argentino soltou o pé e ofereceu o primeiro teste a Walter, que atuava no lugar do contundido Cássio. O goleiro provou estar com o reflexo apurado e espalmou. A bola até pararia no gol cinco minutos mais tarde, em finalização de Leonardo Silva, mas o lance acabou anulado por impedimento de Jemerson.

O Atlético-MG não se deu por vencido. Assim como Walter. Aos 32 minutos, Thiago Ribeiro cruzou da direita, e Pratto ficou em grandes condições de abrir o placar com uma cabeçada da entrada da pequena área. O goleiro corintiano defendeu - e ainda afastou de soco um levantamento de Carlos logo em seguida.

As intervenções de Walter - e os apelos de um inquieto Tite à beira do campo - fizeram o Corinthians retomar o volume de jogo dos primeiros minutos nos últimos. Desta vez, o gol saiu. Aos 41, Vagner Love (contestado por ter preferido dar um passe a chutar pouco antes) partiu com rapidez pela esquerda e fez grande assistência para dentro da área. Lá, Rildo puxou a marcação, e Malcom bateu de primeira para a rede.

O gol que emocionou Malcom (suspeito, nesta semana, de ter fraudado a sua carteira de motorista) não serviu para o Corinthians se manter aceso no começo do segundo tempo. Atrás no placar, o Atlético-MG se mandou para a frente. Aos nove, Pratto foi acionado por cruzamento rasteiro de Thiago Ribeiro e desperdiçou boa chance, chutando para fora.

Tite resolveu agir para o Corinthians reagir. Rildo saiu cansado e aplaudido do gramado aos 16 minutos, substituído por Stiven Mendoza. O que não evitou um novo susto para os donos da casa. Giovanni Augusto sofreu falta na entrada da área, e ele mesmo cobrou. A bola passou por baixo da barreira e acertou o pé da trave.

Levir Culpi se animou e resolveu reforçar o ataque do Atlético-MG com Cárdenas na vaga de Thiago Ribeiro - depois, trocou também Leandro Donizete por Guilherme. Do outro lado, Vagner Love deixou o campo para a entrada do experiente Danilo, incumbido de atuar como referência ofensiva e esfriar a partida.

Apesar de o Atlético-MG ter continuado quente, aproveitando-se do recuo corintiano, o marcador seguiu inalterado. Ralf ainda substituiu Bruno Henrique aos 38 minutos para dar mais segurança defensiva ao vitorioso Corinthians.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 1 X 0 ATLÉTICO-MG

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 18 de julho de 2015, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Público: 36.280 pagantes (total de 36.577)
Renda: R$ 2.376.803,50
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Cartões amarelos: Gil (Corinthians); Thiago Ribeiro (Atlético-MG)
Gol: CORINTHIANS: Malcom, aos 41 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Walter; Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Bruno Henrique (Ralf); Malcom, Elias, Renato Augusto e Rildo (Mendoza); Vagner Love (Danilo)
Técnico: Tite

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Leandro Donizete (Guilherme) e Rafael Carioca; Luan (Carlos), Giovanni Augusto e Thiago Ribeiro (Cardenas); Pratto
Técnico: Levir Culpi

Comentários

Em meio a polêmicas, Malcom faz, e Corinthians derruba o líder Atlético-MG

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.