Hoje no Benfica, 'parça' de Neymar foi achado no 'Fantástico' e reclama de fofocas no Santos

Francisco De Laurentiis e Vladimir Bianchini, do ESPN.com.br
Helio Suenaga/LatinContent/Getty Images
Victor Andrade Neymar Comemoram Gol Santos Palmeiras Campeonato Brasileiro 01/12/2012
Victor Andrade e Neymar comemoram gol do Santos, em 2012

O atacante Victor Andrade tem seu nome marcado na história do Santos. Afinal, é o 4º jogador mais jovem a marcar um gol com a camisa alvinegra, atrás apenas dos lendários Coutinho, Edu e Pelé. "Parça" de Neymar desde os tempos da base, ele tinha tudo pra estourar na Vila Belmiro, mas, por uma série de motivos, acabou não dando certo. Hoje, tenta o recomeço no Benfica, de Portugal, pelo qual atua no time B.

Precoce, o atleta chegou ao "Peixe" quando tinha 13 anos, e foi lapidado para ser um sucessor natural de Robinho e Neymar. Antes disso, porém, o atleta natural de Aracaju, no Sergipe, só foi descoberto pelo clube praiano graças a uma matéria do "Fantástico", da TV Globo.

"Eu estava em uma escolinha em Sergipe. Um dia, o Lula, ex-zagueiro do São Paulo, me viu jogando e fui convidado para jogar uma espécie de Mundialito da categoria em Portugal pelo Benfica. Em um jogo, fiz um gol do meio de campo, me destaquei e quiseram me contratar. Nesse torneio tinham grandes equipes como Barcelona, Manchester United, Inter de Milão, Sporting, Porto e Real Madrid...", conta Victor, em entrevista ao ESPN.com.br.

"Então, fui para o Benfica e fiquei um tempo atuando pela base. Um dia, o 'Fantástico' fez uma matéria sobre garotos que vão embora muito cedo do Brasil. O Santos se interessou por mim e fez contato com a minha família, fiz testes e passei. Acabei levando todo mundo para morar comigo na Baixada (risos). A proposta era muito boa e pesou também o fato de que talvez teria que ir sozinho para o Benfica", completou o atleta, de 19 anos. 

No Santos, Andrade foi titular em todas as categorias desde o sub-15. Passou por todas as etapas até ser relacionado pela primeira vez para o time principal, em junho de 2012, aos 16 anos. Pouco depois, marcou pela primeira vez na goleada por 5 a 2 sobre o Cruzeiro, entrando para a galeria dos mais jovens e fazerem gols com a camisa santista.

A partir daí, esperava-se que Victor Andrade brilhasse cada vez mais na Vila Belmiro. Chamado de "novo Neymar" pela imprensa estrangeira, causou frisson ao aparecer nas arquibancas em um amistoso do Barcelona, time que tinha a prioridade em sua contratação devido ao trato na negociação de Neymar, em dezembro de 2012. O episódio irriou o técnico Muricy Ramalho, que inscreveu o atleta no Brasileirão sub-20 e encurtou as férias do pupilo.

Victor, então, foi perdendo cada vez mais espaço e viu suas chances rarearem. Em julho de 2014, acabou rescindindo com o Santos e acertou sua ida para o Benfica, em um contrato de cinco anos. Apesar disso, se diz grato ao clube paulista e reclama apenas das fofocas nos corredores do CT Rei Pelé, que diziam que ele seria "mascarado".

"Par quem sai cedo de casa para jogar bola, a cobrança é sempre inevitável, vem desde sempre, mas nunca me atrapalhou, mesmo eu sendo muito jovem. Fui muito feliz no Santos, apesar do que dizem. Algumas pessoas tentaram dificultar meu caminho, mas essas coisas eu não ligo. Falaram mal de mim, fofocas, besteira, mas quem sabe o meu caráter e me conhece sabe que nada disso é verdade", brada.

"Sou muito agradecido ao professor Agnaldo e ao Abel Verônico, que me ensinaram demais na base. Sem contar o Zito, que é um cara que ajudou todos os meninos. Eu voltaria para o Santos sem problema nenhum, não tenho nenhuma mágoa", garante.

Divulgação
Victor Andrade em sua apresentação pelo Benfica
Victor Andrade hoje joga pelo Benfica

A escolha pelos "Encarnados" foi difícil, já que, além da equipe portuguesa, Andrade tinha propostas de Newcastle, Hoffenhein, Inter de Milão e Roma. No entanto, a facilidade na adaptação a Portugal, além da breve história que o garoto tinha com a camisa vermelha na infância, pesaram na escolha da família, que o acompanhou na ida à Europa.

Desde que chegou ao Benfica, foi colocado no time B para se adaptar ao novo estilo de jogo, com mais marcação e menos "ousadia e alegria". Em 2014/15, o sergipano fez boa temporada na segunda divisão lusitana, e agora aguarda uma chance na equipe principal. Ele espera conquistar o novo treinador após a saída de Jorge Jesus.

"No segundo turno do campeonato, eu joguei todas as partidas. Fiz uns 20 jogos e marquei 11 gols, também ajudei com assistências. Terminamos só três pontos atrás do líder. Aqui, o futebol é muito diferente, tem que correr muito, principalmente sem a bola, e marcar o tempo todo. Foi um ano de adaptação, mas me sinto em casa aqui em Portugal. Vamos com tudo para o ano que vem", encerrou.

Comentários

Hoje no Benfica, 'parça' de Neymar foi achado no 'Fantástico' e reclama de fofocas no Santos

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.