Ex-Sub Zero do Flamengo já deu voadora em treino e teve estreia de Messi, mas não na bola

Vladimir Bianchini, do ESPN.com.br
Vipcomm
Revelado pelo Flamengo, Lenon vai jogar pelo Duque de Caxias
Revelado pelo Flamengo, Lenon fez o gol da vitória do Guarani no final de semana

Como diria um famoso comercial de sutiã dos anos 80, a primeira vez a gente nunca esquece. Um garoto de 18 anos que em 2009 teve a chance de estrear no profissional de um dos maiores times do Brasil, logo em um Fla-Flu, jamais esqueceu. Nem tanto pela importância do jogo ou pelo resultado. O volante Lenon pode contar que já teve um dia de Lionel Messi atuando pelo Flamengo, mas não da forma que gostaria.

"Estava muita expectativa, então antes de entrar no intervalo no lugar do Jônatas, exagerei demais no isotônico, virando uma garrafa toda", recorda o jogador, em entrevista ao ESPN.com.br.

No meio do segundo tempo do clássico válido pela Taça Rio, ele começou a ter um revertério no estômago e passou mal, assim como argentino já fez por diversas vezes. 

"Vomitei à beira do campo (risos). Acho que estava muito ansioso com a família vendo. Foi quase no pé do Cuquinha, porque o Cuca [então técnico do Fla] estava suspenso. Os repórteres de rádio viram e fizeram muitas brincadeiras depois, foi bem engraçado", recorda.

"Tirando esse lance,  joguei muito bem. Acabamos empatando por 1 a 1, foi bem bacana, pelo menos são histórias para contar", divertiu-se o atleta que hoje defende o Guarani pela Série C do Campeonato Brasileiro. Ele foi o grande destaque da vitória do time de Campinas por 2 a 1 diante do Tombense no final de semana, marcando um dos gols.

Pela posição de volante, Lenon é mais conhecido pela marcação do que pelas vezes em que balançou as redes. Um dia em uma atividade acabou em confusão após uma chegada mais forte no meia Zé Roberto.

"Foi uma coisa de treino, estávamos de cabeça quente. Eu fiz uma marcação mais forte, ele revidou, coisa que já passou", minimizou o jogador, que tentou à época acertar uma voadora no peito do colega, digna do personagem Sub Zero do game Mortal Kombat

Segundo Lenon, que não tem esse nome porque o pai era fã de John Lennon ("Eu nem conheço direito os Beatles"), a coisa terminou ali mesmo, tanto é que o rachão continuou após uma conversa, sem mágoas.

Gazeta Press
Lenon passou mal em um clássico contra o Fluminense em 2009
Lenon passou mal  contra o Fluminense em 2009

"Até hoje se encontrar com ele vamos nos cumprimentar e conversar normalmente. São coisas que acontecem às vezes no futebol. Pior que saiu em tudo quanto foi lugar (risos)", disse.

Nada que impediu o time rubro-negro de faturar o Campeonato Brasileiro daquele ano, com um elenco que tinha Adriano "Imperador" e o sérvio Petkovic como grandes destaques. Do atual técnico do Criciúma na Série B, aliás, Lenon guardou uma boa amizade, 

"Ele virou muito meu amigo, era parceiro de quarto de concentração, me chamava de Johnny, aprendi demais. A gente sempre conversava, é um cara muito inteligente e passava muita experiência. O sotaque dele era bem engraçado (risos)", recordou.

O time que estava em uma situação bem ruim no começo da competição, faturou o título quase desacreditado e levou os torcedores a comemorar o nacional após 17 anos. O atleta ficou tão empolgado com a premiação recebida após a vitória que resolveu trocar o "possante".

"Meu primeiro carro era um 'Golzinho' preto. Então peguei o dinheiro e comprei um carro mais 'invocado' com teto solar, mas em uma semana me assaltaram. Fiquei triste para caramba, mas como estava no seguro, entreguei numa boa. O que vale mesmo é a vida, né? Carro dá pra comprar outro", afirmou.

Talvez por ser jovem no time, acabou não tendo muita sorte. "Não me reconheceram, os bandidos não deviam ser flamenguistas, ou se eram, se arrependeram depois que viram as notícias da TV (risos)", brincou.

Comentários

Ex-Sub Zero do Flamengo já deu voadora em treino e teve estreia de Messi, mas não na bola

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.