CBF entra em cena e pede que Conmebol investigue polêmica de Corinthians x Boca

Diego Garcia, de São Paulo (SP), para o ESPN.com.br
De 'consciência tranquila', Amarilla diz: 'Não se pode manchar o nome de uma pessoa'

Após alguns dias de turbulência popular após o vazamento de gravação que compromete a arbitragem do paraguaio Carlos Amarilla no jogo entre Corinthians x Boca Juniors, pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América 2013, a CBF decidiu agir.

O ESPN.com.br apurou que a entidade enviou um pedido à Conmebol pedindo uma investigação mais apurada do episódio, que comprometeu o time do Parque São Jorge na busca pelo bicampeonato da competição continental. A CBF confirmou a informação.

A CBF enviou um documento à confederação sul-americana exigindo um olhar atento às investigações do caso e pedindo uma apuração mais aprofundada. A Conmebol ainda não respondeu aos brasileiros sobre a solicitação.

A pressão da CBF com a Conmebol vem em período turbulento entre as partes, após a entidade sul-americana não aliviar na punição a Neymar durante a Copa América.

Entenda tentativa de advogado de conseguir indenização da Conmebol no Caso Amarilla

A confederação brasileira age também após pedido do Corinthians, inconformado com a polêmica que tomou conta dos noticiários nos últimos dias, após vazamento de gravações da TV América em conversa do ex-presidente da Conmebol, Julio Grondona, dando a entender que Amarilla agiu de forma premeditada no duelo de 2013.

O Corinthians já enviou um ofício à CBF pedindo que solicite à Conmebol que Carlos Amarilla nunca mais apite jogos em terras brasileiras e outro ao órgão sul-americano exigindo que o paraguaio nunca mais apite jogos do alvinegro em competições sul-americanas.

O clube alvinegro ainda vai entrar com uma representação formal ao Tribunal de Disciplina da Conmebol para que seja aberta uma investigação sobre o caso e que os envolvidos sejam punidos exemplarmente, em medida parecida com a tomada pela CBF.

A arbitragem desastrosa de Amarilla no Pacaembu anulou um gol legítimo, não deu um pênalti ao Corinthians e inverteu várias faltas e cartões, sendo crucial para o empate por 1 a 1 que eliminou o então atual campeão e classificou o Boca Juniors.

Ouça as escutas telefônicas em que Grondona revela interferências em jogos da Libertadores 
Comentários

CBF entra em cena e pede que Conmebol investigue polêmica de Corinthians x Boca

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.