Com Firmino e outros dois brasileiros, bilionário do software lucra R$ 228 milhões

Francisco De Laurentiis, do ESPN.com.br
Simon Hofmann/Bongarts/Getty Images
Dietmar Hopp Dono Hoffenhein Estadio 10/05/2014
Dietmar Hopp lucrou R$ 270 milhões contratando brasileiros para o Hoffenhein

Se tem alguém que sabe ganhar dinheiro com jogadores brasileiros, este alguém é o alemão Dietmar Hopp, 75 anos. Empresário do ramo do software, ele é um dos fundadores da empresa SAP, ao lado de outros ex-funcionários da gigante IBM, e também o 195º homem mais rico do mundo segundo a revista Forbes, com uma fortuna estimada de US$ 7,4 bilhões (R$ 22,8 bilhões).

Dono do Hoffenhein, equipe que ajudou a levar da quinta para a primeira divisão alemã, Hopp tem olho estratégico para transferência de jovens brasileiros. Com apenas três atletas, ele lucrou quase R$ 228 milhões nos últimos anos, comprando barato e vendendo (muito) caro.

Seu primeiro exemplo de sucesso foi o meia-atacante Carlos Eduardo, comprado do Grêmio, em 2007, por "módicos" 7 milhões de euros (R$ 24 milhões pelo câmbio atual). Após três anos na equipe da Bundesliga, ele foi vendido ao Rubin Kazan, da Rússia, por 20 milhões de euros (R$ 69 milhões). 

Depois, foi a vez de faturar com o volante Luiz Gustavo. Hopp pagou apenas 1 milhão de euros (R$ 3,4 milhões) para tirar o atleta do Corinthians-AL, também em 2007. Novamente após três anos, viu o atleta chegar à seleção brasileira e ser vendido por 17 milhões de euros (R$ 58,5 milhões) ao Bayern de Munique.

Seu último grande negócio foi o meia-atacante Roberto Firmino, que ele comprou do Figueirense por 4 milhões de euros (R$ 13,7 milhões), em 2010. Nesta quarta-feira, o Liverpool anunciou a contratação do atleta por 41 milhões de euros (R$ 141 milhões), dando ao empresário seu maior lucro com transferências de atletas.

EFE/Felipe Trueba
Roberto Firmino Comemora Gol Brasil Venezuela Copa America 21/06/2015
Firmino: a tacada de mestre de Hopp

Já fora da diretoria da SAP, mas ainda com 10% das ações da empresa, Hopp aproveita seu tempo livre para investir cada vez mais no futebol. Entre 2007 e 2009, ele gastou 100 milhões de euros (R$ 344,3 milhões) para construir a moderna Rhein-Neckar Arena, estádio de 30 mil pessoas para o seu Hoffenhein.

Entre seus outros negócios, destaque para o Domaine de Terre Blanche, um resort de golfe e condomínio fechado luxuoso localizado no sul da França, que o magnata comprou do ator Sean Connery.

Além disso, o alemão é filantropo. Em 2006, ele gastou 4 bilhões de euros para iniciar a Fundação Dietmar-Hopp-Stiftung, que financia programas nas áreas de medicina, esporte e educação.

Mesmo sem seu fundador e ex-CEO, a SAP continua caminhando forte. A empresa tem cerca de 74 mil empregados por todo o mundo e fatura US$ 20 bilhões por ano.

Roberto Firmino é do Liverpool! Veja gols e lances do meia-atacante
Comentários

Com Firmino e outros dois brasileiros, bilionário do software lucra R$ 228 milhões

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.