Love salva adeus de Sheik, Corinthians vira contra o Inter e assume 3º lugar

Diego Garcia, de São Paulo (SP), para o ESPN.com.br
Veja os gols da vitória do Corinthians sobre o Internacional por 2 a 1!

Em jogo que contou com a despedida de Emerson Sheik da torcida alvinegra, com breve entrada do atacante no gramado antes da partida, em Itaquera, o Corinthians deu neste sábado mais um importante passo rumo à reconstrução. Diante do Internacional, o clube alvinegro saiu perdendo, virou o placar no segundo tempo, venceu por 2 a 1 e somou pontos preciosos no Campeonato Brasileiro, assumindo agora a terceira colocação provisória. Vagner Love, que entrou no intervalo, fez o gol da vitória.

Mesmo com alguns desfalques no setor ofensivo, como Valdivia e D'Alessandro, a equipe gaúcha saiu ganhando o confronto na etapa inicial, com belo gol de Nilmar em tabela com Rafael Moura. Só que o Corinthians voltou com tudo para o segundo tempo e, com tentos de Jadson e Vagner Love, virou o placar e bateu o Internacional. Assim, segue firme no processo de renascimento que começou após a queda na Libertadores, que por sinal tem o próprio Inter como semifinalista.

O triunfo diante do time colorado levou o Corinthians aos 13 pontos, agora na terceira colocação do torneio, mas ainda com um jogo a mais que a maioria dos rivais. O próximo compromisso pelo certame será contra o Santos, no sábado que vem, na Vila Belmiro.

Já o Internacional, ainda mais preocupado com a disputa da Copa Libertadores, que só volta depois da Copa América, estacionou nos nove pontos do Campeonato Brasileiro, em uma posição intermediária na tabela de classificação - está em décimo, com a sétima rodada ainda por ser finalizada. O clube colorado enfrenta o Figueirense no fim de semana que vem, fora de casa.

Após jogo, Vagner Love diz que só depende do Tite para virar titular

O jogo em Itaquera

Antes de a bola rolar, o Corinthians homenageou o atacante Emerson Sheik, autor dos dois gols do título da Libertadores de 2012 que nesta semana se despediu do clube, já que está acertando com o Flamengo, mesmo clube que tirou Paolo Guerrero do Parque São Jorge. O ex-camisa 11 recebeu uma placa do presidente Roberto de Andrade e acenou às arquibancadas.

Após o apito inicial, o Corinthians começou melhor e finalizou cinco vezes em 15 minutos, nenhuma delas com muito perigo. A melhor chance foi com Renato Augusto, que arriscou de longe, viu a bola desviar em Alan Costa e assustar o goleiro Alisson.

O jogo ficou parelho no meio de campo ao longo de toda a primeira etapa, com o time da casa errando muitos passes e vendo os rivais apostarem nos contra-ataques. E, dessa forma, o primeiro tempo não acabaria zerado.

Nilton lamenta: 'Se tivéssemos saído com um ponto não seria mau resultado'

Aos 40 minutos, o Inter trocou bola em velocidade da defesa ao ataque, Nilmar recebeu na frente, tabelou com Rafael Moura e finalizou um passe por cima da zaga de primeira, com perfeição, para marcar um golaço.

Na etapa complementar, a equipe colorada quase ampliou assim que retornou do intervalo. Em cobrança de escanteio, Alan Costa cabeceou para fora. Foi o Corinthians, no entanto, que balançou a rede no segundo tempo.

Juan derrubou Vágner Love - que entrou na vaga de Petros no intervalo - na entrada da área logo aos 4 minutos. Jadson pediu a bola e cobrou a falta com perfeição, no ângulo de Alisson, empatando em Itaquera. O gol incendiou a Arena Corinthians. O clube local se lançou ao ataque, e não demorou para virar o placar.

Renato Augusto fez linda jogada, passou a bola entre as pernas do marcador e chutou na trave. Na sobra, Vagner Love chegou antes da marcação e só escorou para dentro do gol, deixando o time alvinegro na frente do placar.

Presidente quer que Pato se reapresente em dezembro caso Corinthians vença na Justiça

O Inter sentiu o baque da virada, mas quase empatou aos 33. Após cobrança de escanteio, Rafael Moura cabeceou forte, na trave, e desperdiçou novamente na sobra, mandando para fora. Foi a última grande oportunidade colorada no duelo.

Assim, o Corinthians se segurou como pôde, segurou o triunfo dentro de casa e confirmou a luta para se reconstruir na temporada.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 2 x 1 INTERNACIONAL

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 13 de junho de 2015, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Rodrigo Pereira Joia (RJ)
Público: 27.572 espectadores (27 270 pagantes)
Renda: R$ 1.488.978,75
Cartões amarelos: Nico Freitas e William (Internacional)

GOLS:
CORINTHIANS:
Jadson, aos cinco, e Vagner Love, 21 minutos do segundo tempo
INTERNACIONAL: Nilmar, aos 40 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Edu Dracena, Gil e Fábio Santos; Cristian (Ralf) e Petros (Vagner Love); Jadson, Renato Augusto e Mendoza; Romero (Danilo)
Técnico: Tite

INTERNACIONAL: Alisson; William, Alan Costa (Taiberson), Juan e Ernando; Rodrigo Dourado, Nico Freitas (Nilton), Alex e Jorge Henrique (Vitinho); Nilmar e Rafael Moura
Técnico: Diego Aguirre

Mendoza não sente pressão no ataque, e Gil fica feliz com gol de Love: '100% humilde'
Comentários

Love salva adeus de Sheik, Corinthians vira contra o Inter e assume 3º lugar

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.