Joinville anuncia Adilson Batista como novo treinador; ex-técnico chora em despedida

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Divulgação
Treinador estreia neste sábado, contra o Corinthians
Treinador estreia neste sábado, contra o Corinthians

Após demitir Hemerson Maria nesta quinta-feira, o Joinville já anunciou e apresentou seu novo treinador. Trata-se de Adilson Batista, técnico com passagens por diversos clubes e que estava desempregado desde agosto de 2014, quando deixou o Vasco.

Adilson tem como missão recuperar o time catarinense, que, com quatro derrotas e um empate, é o lanterna do Campeonato Brasileiro. A equipe tricolor marcou apenas um gol e sofreu oito em todo o torneio.

"Já peço para a torcida continuar apoiando para conseguirmos reagir. Ainda preciso conhecer os jogadores e será importante agora conversar com a comissão técnica e a diretoria, isso vai ajudar muito a tomar decisões e corrigir o que é necessário. Vou exigir dos jogadores que respeitem a instituição e que honrem a camisa do clube sempre", prometeu o técnico.

Após boa campanha com o Cruzeiro, quando levou o time para a final da Libertadores, Adilson Batista passou por Corinthians, Santos e São Paulo em curto espaço tempo, mas não conseguiu realizar um grande trabalho em nenhum dos grandes paulistas.

A estreia do novo comandante ocorre já neste sábado, quando o Joinville recebe o Corinthians, às 22h.

Hemerson Maria chora em despedida

Logo após dispensar Hemerson Maria porque sentiu a necessidade de "buscar algo novo", o presidente Nereu Martinelli garantiu que não trocará de técnico novamente nesta temporada. "É mais fácil eu renunciar do que trocar de treinador até o fim do ano", brincou o dirigente.

Antes dessas declarações, a mesma sala de entrevista ficou marcada pela emoção de Hemerson Maria, que deixa o clube após ter sido campeão da Série B em 2014 e catarinense neste ano em trabalho que durou mais de 18 meses. Garantindo não ter mágoas, o técnico chorou ao falar de sua família.

"Ninguém sabe o que sofri para chegar onde estou. A única certeza que eu tinha quando cheguei aqui era de que um dia eu sairia, e essa partida é dolorosa. Mas meus pais sempre me ensinaram que, independentemente do resultado que se conquista com uma equipe, o mais importante é o legado que você deixa", declarou, bastante emocionado ao longo de 50 minutos de entrevista.

"É engraçado. Essa química, talvez, não desse certo. Um manezinho, que passou pelos times da Capital, e negro ainda, em uma cidade de colonização alemã. Tinha tudo para dar errado. Mas jamais sofri qualquer tipo de preconceito de parte alguma. Saio daqui carregando todos dentro do meu coração e dando um até breve", despediu-se Hemerson Maria.

Comentários

Joinville anuncia Adilson Batista como novo treinador; ex-técnico chora em despedida

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.