'Não queria jogar as quartas de final contra Novak', revela Rafael Nadal

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Reuters
Tênis Roland Garros Nadal Djokovic 07/06/13
Rafael Nadal vai enfrentar Djokovic nas quartas de final nesta quarta-feira

Enfrentar Novak Djokovic, tenista número 1 do mundo, nas quartas de final de Roland Garros não estava nos planos de Rafael Nadal. Nove vezes campeão no saibro parisiense, o espanhol medirá forças com o sérvio na manhã desta quarta-feira, quando provará se seu nível atual é suficiente para derrotar Nole, que é dono de uma série de 26 triunfos consecutivos.

Em 2014, o ‘Touro Miura’ venceu Djokovic na final em Paris, por 3 sets a 1. No entanto, o espanhol sofreu com lesões na sequência da temporada, voltando ás quadras somente no começo deste ano. Desde então, Nadal só conquistou o ATP 250 de Buenos Aires e ficou com o vice do Masters 1000 de Madri, oferecendo ao britânico Andy Murray seu primeiro troféu no saibro.

"Obviamente, não queria de jogar as quartas de final contra Novak", afirmou o canhoto de Mallorca. "Espero que ele também não goste. Por eu não ter competido em seis meses (ano passado) e por ter voltado sem regularidade para me manter entre os quatro primeiros do ranking, me levou a essa possibilidade. Estou ciente que para derrotar Djokovic, tenho que estar em um nível muito alto", explicou Rafa.

Este será o sétimo duelo entre os dois em Roland Garros. Pelas quartas de final, Nole e Nadal se enfrentaram em 2006, com a vitória do espanhol confirmada após desistência do sérvio no terceiro set - Rafa vencia por 2 a 0. No entanto, o canhoto de Mallorca sabe que não será o favorito para o embate desta quarta, já que o momento dos tenistas é completamente diferente.

Em 2015, Djokovic levou cinco títulos, sendo um o do Australian Open e os Masters 1000 de Indian Wells, Miami, Monte Carlo e Roma. O sérvio acumula somente duas derrotas na temporada: nas quartas de final do ATP 250 de Doha para o gigante croata Ivo Karlovic e na final do ATP 500 de Dubai para Roger Federer.

"Serão as quartas de final mais difíceis da minha carreira. Novak, hoje, é o melhor jogador do mundo, é dominante, que vem em uma dinâmica muito forte e que só perdeu duas partidas no ano inteiro. Muito pouco a essa altura. Está marcando uma diferença muito grande em relação aos demais. É uma partida complicada porque vem de uma grande vitória e virá com confiança", comentou o espanhol.

Nas oitavas de final, Rafael Nadal, cabeça de chave número 6 em Paris, passou pelo norte-americano Jack Sock, por 3 sets a 1. Novak Djokovic, por sua vez, superou o francês Richard Gasquet em sets diretos.

No retrospecto geral, Nadal leva estreita vantagem sobre Nole. Foram 43 partidas disputadas, com 23 triunfos do ‘Touro Miura’. Neste ano, porém, o sérvio bateu o espanhol nas semifinais do Masters 1000 de Monte Carlo, com um duplo 6/3.

Guga analisa o confronto entre Nadal e Djokovic
Comentários

'Não queria jogar as quartas de final contra Novak', revela Rafael Nadal

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.