Juventus quebra tabu de 20 anos, conquista Copa da Itália e embala por tríplice coroa

ESPN.com.br
Assista aos melhores momentos da vitória da Juventus sobre a Lazio por 2 a 1

Dobradinha. Capítulo três. A Juventus voltou a dominar, completamente, o futebol italiano. Na noite desta quarta-feira, a campeã italiana sofreu, mas venceu na prorrogação a Lazio pelo placar de 2 a 1, no Estádio Olímpico de Roma, e levantou pela décima vez na história o título da Copa da Itália, o segundo de uma temporada já inesquecível para os torcedores alvinegros.

Pela terceira vez, a Juventus terminará uma temporada na Itália com os dois principais títulos do país. Dominante na liga, a Juve, contudo, sofreu com um longo jejum na grande Copa do país. O título desta quarta-feira foi o primeiro em 20 anos, justamente a última vez na qual a equipe de Turim subiu ao lugar mais alto do pódio nos dois torneios italianos.

Dobradinha, aliás, é um caso raro no futebol tetracampeão mundial. Somente cinco clubes conseguiram conquistar na mesma temporada o Campeonato Italiano e a Copa da Itália: Juventus, Inter de Milão, Torino, Napoli e Lazio. Estatística que comprova ainda mais a façanha da equipe de Carlos Tevez e companhia.

Grande estrela ‘bianconera', Tevez, no entando, acabou ofuscado por outro atacante. Desprestigiado, Alessandro Matri desembarcou na Juventus por empréstimo e com a concorrência de dois centroavantes (Álvaro Morata e Fernando Llorente) pela frente.

Mesmo relegado a apenas uma mera opção e banco, o italiano de 30 anos fez valer o empréstimo em um lance. Matri entrou na vaga de Llorente na segunda etapa e se tornou o protagonista de uma bela noite em Roma. Aos 6min do tempo-extra, o camisa 32 viu a bola sobrar na área e arrematou firme. A bola superou o goleiro Berisha e definiu a Copa para o lado alvinegro.

Toda a festa alvinegra, no entanto, tem data para acabar. A dobradinha pode virar um ‘triplete'. Basta a equipe, já soberana na Itália, derrotar o Barcelona no próximo dia 6, em Berlim, e conquistar pela terceira vez a Uefa Champions League. Nunca na história deste clube, os torcedores comemoraram os três campeonatos mais importantes. Chegou a vez da Juve?

O jogo do título da Juventus

Getty Images
Lazio abriu o placar aos 4min
Lazio abriu o placar aos 4min

Sob a expectativa da decisão da Champions League no dia 6 de junho, a Juventus precisou sofrer um ‘knockdown' para acordar na final desta quarta-feira. Logo aos 4min, a Lazio usou a bola parada para abrir o placar no Estádio Olímpico. Após cruzamento da direita, o romeno Radu se antecipou à defesa adversária, tocou de cabeça e superou Storari.

A desvantagem no marcador obrigou a Juventus a modificar o plano de jogo. A equipe ‘bianconera' acelerou o ritmo e avançou a marcação. Por consequência, a Lazio se retraiu e sofreu com o próprio veneno. Ainda aos 10min, Pirlo cobrou falta da intermediária na direção de Evra, que desviou de cabeça para Chiellini. O defensor acertou um belo chute de canhota e empatou.

Reuters
Juventus não demorou a empatar
Juventus não demorou a empatar

A movimentação rápida do placar tornou os dois lados mais cautelosos. Juventus e Lazio, depois de um início de extrema eficiência, frustraram a expectativa de um jogo aberto. Na primeira etapa, por exemplo, apenas a equipe da capital ameaçou a meta do rival: aos 38min, Cataldi recebeu livre, mas arrematou nas mãos do goleiro Storari.

A segunda etapa, por outro lado, sequer contou com um início acelerado. As duas equipes bem que tentaram, mas pararam nos erros de passe; as duas defesas, por outro lado, mostraram-se seguras o suficiente para minar as armas das duas partes.

A Juventus tentou modificar o ritmo de jogo com a entrada de Roberto Pereyra. O argentino deu uma maior dinâmica ao setor de meio-campo. Entretanto, assim como Tevez, falhou no momento mais decisivo. Na reta final do jogo, o meio-campista fez bela jogada, deu uma ‘caneta' dentro da área e cruzou para a área de maneira infeliz - ninguém apareceu para concluir para as redes.

A torcida ‘bianconera' ainda soltou um grito de gol 43min. Depois de belo lançamento de Pirlo, o reserva Matri desviou para as redes. No entanto, a arbitragem assinalou impedimento e frustrou o público alvinegro no Estádio Olímpico. Neste instante, todos já estavam cientes do que viria pela frente, a temida prorrogação.

REUTERS/Giampiero Sposito
Chiellini Comemora Trofeu Copa da Italia Juventus 20/05/2015
Chiellini festeja com o troféu da Copa da Itália

O tempo-extra surpreendentemente modificou o ritmo de jogo. Mesmo em um período mais curto de jogo, com menor chance de reação, Juventus e Lazio aumentaram a intensidade do jogo, tornaram os ataques mais velozes e, enfim, voltaram a criar oportunidades.

A Lazio foi a primeira equipa a chegar com perigo. Logo aos três minutos, o sérvio Djordjevic, substituto de Miroslav Klose no jogo, recebeu na intermediária e arriscou e longe. Para sorte da Juve, a bola carimbou as duas traves e correu para fora da meta de Storari. O destino da taça, neste lance, parecia traçado.

A sorte bianconera se transformou em gol. Aos 6min, Alessandro Matri viu a bola sobrar dentro da área e não teve dúvidas: arrematou firme para as redes, com força, a fim de limitar as chances de defesa do goleiro rival. A bola estufou as redes e definiu o jogo a favor do campeão nacional. Não há mais questionamentos: em 2014-2015, quem manda na Itália é a Juventus.

REUTERS/Giampiero Sposito
Matri festeja o gol do título da Juventus
Matri festeja o gol do título da Juventus
Comentários

Juventus quebra tabu de 20 anos, conquista Copa da Itália e embala por tríplice coroa

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.