Responsável por atentado na Maratona de Boston é condenado à morte nos EUA

ESPN.com.br
Getty Images
Dzhokhar Tsarnaev, considerado culpado por atentado na Maratona de Boston
Dzhokhar Tsarnaev, considerado culpado por atentado na Maratona de Boston 

Um dos responsáveis pelo atentado durante a Maratona de Boston em 2013, Dzhokhar Tsarnaev foi condenado à morte por injeção letal nesta sexta-feira. A decisão foi anunciada na Corte Federal da cidade, localizada no estado de Massachusetts.

Durante o julgamento, o rapaz nascido no Quirguistão alegou ser inocente. No entanto, os advogados de defesa, desde o início, disseram que ele não poderia assumir toda a culpa pelo ocorrido e que tudo foi feito por pressão do irmão mais velho, Tarmelan. A versão não comoveu o júri, formado por sete mulheres e cinco homens.

O caso aconteceu em abril de 2013. Uma bomba explodiu próxima a linha de chegada da maratona. O atentado matou três pessoas, incluindo um menino de oito anos de idade. Outras 260 pessoas ficaram feridas.

Dzhokhar foi detido pelas autoridades quatro dias após a explosão. Já Tamerlan foi morto em um tiroteio com a polícia poucas horas depois.

Em um editorial publicado na primeira página do jornal Boston Globe, os pais de Martin Richard, garoto de oito anos que morreu no atentado, pediram que o governo deixasse de lado a pena de morte para deixar Tsarnaev na prisão pelo resto de sua vida.

Já Liz Norden, mãe de dois homens que perderam membros na explosão, esperava que ver o rapaz morto.

"Eu quero vê-lo morrer pelo que fez aos meus meninos", afirmou em entrevista à ABC News.

Comentários

Responsável por atentado na Maratona de Boston é condenado à morte nos EUA

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.