Pacquiao pode ser suspenso por até quatro anos por esconder lesão, diz jornal

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Reprodução/Dailey Mail
Pacquiao teria omitido lesão ao preencher formulário
Pacquiao teria omitido lesão em formulário

O boxeador Manny Pacquiao perdeu a "Luta do Século" para Floyd Mayweather Jr., porém sua maior derrota na carreira pode acontecer fora dos ringues. Isso porque o filipino é acusado de esconder sua lesão no ombro direito antes do combate do último sábado, podendo ser punido com suspensão de um a quatro anos. Pacquiao deverá passar por cirurgia ainda nesta semana e ficará em recuperação por nove a 12 meses.

O jornal Daily Mail teve acesso ao formulário preenchido e assinado pelo pugilista filipino no dia da pesagem. No campo que pede ser informado se o atleta tem algum problema nos ombros, cotovelos, mãos, Pacquiao assinala a opção "não", deixando claro que estava em perfeitas condições físicas para medir forças com o campeão invicto.

A assinatura de Manny no documento contradiz as palavras de seu promotor, Bob Arum, que afirmou ter sido negada uma injeção solicitada pelo filipino para amenizar as dores em seu ombro direito antes da luta.

O formulário pode acarretar sérios problemas a Manny Pacquiao. Segundo o artigo 199 da legislação da Comissão de Nevada, o falso juramento em documento oficial é considerado delito grave de categoria D e o atleta deverá ser punido. A pena por uma infração como esta é de suspensão e uma multa de 4.500 euros.

No outro lado da história, o representante legal de Pacquiao, Michael Koncz, declarou ao jornal New York Times que foi ele e não o pugilista filipino quem assinou o formulário, sendo assim um "erro involuntário".

"Primeiro de tudo, Manny não assinou o formulário, eu o fiz. Foi somente um erro involuntário. Não estava tentando esconder nada. Se fosse assim, eu teria dado a lista de remédios que ele planejava tomar? Eu só acho que não li o questionário corretamente", explicou Koncz.

Promotor de Manny Pacquiao, Bob Arum assegura que havia informado a Agência Antidoping dos Estados Unidos (Usada) sobre a lesão de seu pugilista antes da luta e que pediu permissão para aplicar uma injeção anti-inflamatória no filipino.

Por sua vez, Travis Tygart, diretor da Usada, respondeu que a entidade lida apenas com controles de doping e que se o boxeador sofria com algum tipo de lesão, deveria ter assinalado a opção "sim" no formulário.

"Não era uma questão de doping. A grande questão é por que sua equipe assinalou ‘não’ no formulário. Eles cometeram um grande erro ao não cumprir com as regras ou não queriam que o outro lado descobrisse", declarou Travis.

Comentários

Pacquiao pode ser suspenso por até quatro anos por esconder lesão, diz jornal

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.