Vasco estuda a situação de Eder Luis, em recuperação de lesão

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Flickr
Eder Luis em sua passagem pelo Vasco
Eder Luis em sua passagem pelo Vasco

Apesar de estar envolvido com a final do Campeonato Carioca, que terá sua decisão no domingo, diante do Botafogo, o Vasco já vem planejando novas ações nos bastidores. A diretoria já está pensando no elenco para o Campeonato Brasileiro, que começa logo na semana seguinte ao duelo contra os botafoguenses. A ideia é aproveitar a boa base montada no estadual e incrementá-la com alguns reforços pontuais. Um dos casos que está sendo analisado pelo clube é o do atacante Eder Luis.

Eder Luis tem contrato com o Vasco até julho de 2016, mas segue emprestado ao Al-Nasr, dos Emirados Árabes Unidos, até junho deste ano. Depois disso ele precisará se reapresentar ao clube carioca. O jogador, porém, não vem atuando porque se recupera de uma lesão no menisco do joelho direito. Como as inscrições de estrangeiros no campeonato nacional do país árabe já acabaram, ele ficará sem atuar até junho.

Nesta semana, Eder Luis se apresentou ao clube carioca apenas para realizar uma avaliação médica a pedido dos dirigentes. Com um salário considerado alto para os padrões vascaínos, não tem convencido o presidente Eurico Miranda de que pode ser uma boa opção. Outro detalhe da negociação é que o Cruz-Maltino ainda deve R$ 5 milhões ao Benfica, de Portugal, pelo acordo que levou o atleta para São Januário.

Representante do atacante, o agente Márcio Bittencourt informou que Eder Luis vai se apresentar normalmente ao Vasco em julho, mas que ainda não existe nenhuma posição clara em relação ao seu futuro.

Existe a possibilidade do clube tentar incluir o jogador em alguma negociação para reduzir seus custos com salários e ainda reforçar o elenco com atletas mais baratos. Porém, é preciso monitorar o mercado e o fato de o jogador estar se recuperando de uma lesão não ajuda muito, já que ele não chama a atenção de outras equipes.

Além de Eder Luis, o clube segue estudando a contratação do meia Fellype Gabriel, que vinha mantendo a forma física em São Januário. O jogador, que também atuou no futebol árabe, está sem vínculo com nenhuma equipe. Neste caso, o salário também é um impedimento, além do fato do atleta estar em tratativas mais adiantadas para reforçar o Botafogo.

A ideia da diretoria é contratar cerca de quatro jogadores para a disputa do Campeonato Brasileiro e para a sequência da Copa do Brasil. Mas como o orçamento não está sobrando, o intuito é fazer acertos estratégicos e cirúrgicos. Uma das estratégias é observar jovens que estejam se destacando nos estaduais pelo Brasil, já que estes seriam negociações de baixo custo.

Dentro de campo o elenco segue trabalhando de olho para a decisão. Nesta quinta-feira o time treina na parte da tarde. Com o volante argentino Pablo Guiñazu e o meia Bernardo liberados pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) para enfrentar o Botafogo, o técnico Doriva conta com força máxima e deverá repetir a formação que superou os rivais por 1 a 0 no primeiro jogo. Com este resultado, o Cruz-Maltino joga pelo empate no próximo domingo para dar a volta olímpica no Maracanã.

Comentários

Vasco estuda a situação de Eder Luis, em recuperação de lesão

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.