Presidente do Atlético não aceita clássico no sábado, e Cruzeiro vai à Justiça

ESPN.com.br com agência Gazeta Press

A polêmica sobre o dia do jogo de volta da semifinal do Mineiro entre Atlético-MG e Cruzeiro continua. A Rede Globo divulgou nota afirmando que aceita a mudança da partida de domingo para sábado se os interessados, Federação Mineira de Futebol (FMF), Cruzeiro e Atlético-MG entrassem em acordo.

A diretoria atleticana não concordou com a transferência do clássico de domingo para sábado, e o presidente alvinegro, Daniel Nepomuceno explicou a posição do clube alegando que os atletas ficariam muito desgastados com a mudança do jogo. O Atlético-MG enfrenta o Atlas, no México, nesta quarta-feira, e teria pouco tempo de descanso para jogar no sábado.

"Chora quem pede e não é acolhido. O Atlético-MG fez valer o direito dele. Há dois meses, pediu a Conmebol para antecipar o jogo contra o Santa Fe. Não conseguimos, jogamos na quinta, no domingo e ficamos calados. Diante do desgaste no clássico, na viagem de mais de 12 horas, o Atlético-MG pede para exercer o direito dele para jogar no domingo", afirmou Nepomuceno, em entrevista à Rádio Itatiaia.

O Cruzeiro quer jogar no sábado, porque na terça-feira já tem compromisso contra o Universitário de Sucre, pela Libertadores, e não teria tempo legal entre uma partida e outra. Diante da situação, o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, já confirmou que vai acionar a Justiça Desportiva com um mandato de garantia, para impedir que o jogo seja realizado no domingo.

Comentários

Presidente do Atlético não aceita clássico no sábado, e Cruzeiro vai à Justiça

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.