Dirigente do Flu se revolta com arbitragem após expulsão de Fred: 'Por isso que o Brasil toma de 7 a 1'

Tiago Leme, do Rio de Janeiro (RJ), para o ESPN.com.br
Nelson Perez/Fluminense
Mário Bittencourt, vice de futebol do Flu
Mário Bittencourt, vice de futebol do Flu

A polêmica expulsão do atacante Fred no primeiro tempo do clássico com o Flamengo, neste domingo, deixou a diretoria do Fluminense indignada. Depois da partida no Maracanã, o vice presidente de futebol, Mário Bittencourt, saiu em defesa do jogador, demonstrou toda a sua revolta com a arbitragem e criticou a administração do futebol carioca.

Com o Tricolor em "guerra" declarada com a Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), Bittencourt citou diversos erros dos árbitros contra o clube durante o Campeonato Estadual. Mesmo sem citar o nome de nenhuma equipe, ele também ironizou os pênaltis a favor de outros times, referindo-se ao Vasco, que neste domingo teve três pênaltis marcados diante do Friburguense.

"O Fred sofreu falta, todas as televisões viram que ele sofreu falta. Acho que está muto claro tudo o que está acontecendo, é lamentável. Esse é um dos motivos, depois a gente não entende porque o Brasil chega em uma semifinal de Copa e toma de 7 a 1. É por isso. O futebol do país começa nos estados, e se começa assim, não tem jeito. A gente encara tudo isso com enorme tristeza, existem bons profissionais aqui no Rio, a gente fez um esforço tremendo para manter um jogador do nível do Fred no campeonato, ele valoriza o campeonato. Quantas vezes você já viu um centroavante ser expulso no primeiro tempo da maneira que foi hoje? Continuamos dependendo sód a gente, mas já tivemos dois gols anulados contra o Tigres, um pênalti não marcado em Volta Redonda, enquanto outros times têm sempre um pênalti a cada jogo. Talvez agora que a gente está falando aqui um pênalti esteja sendo marcado lá, mesmo tedo acabado o jogo. Não é possível que equipes que disputam o mesmo número de rodadas terem tanta diferença. Hoje tivemos mais pênaltis. Talvez dois ou três, né", disparou o vice de futebol do Flu, que concedeu entrevista coletiva no lugar do técnico Ricardo Drubscky por causa da polêmica.

Na derrota do Fluminense por 3 a 0, Fred foi expulso aos 31 minutos do primeiro tempo depois e recebeu o segundo cartão amarelo no jogo, e consequentemente o vermelho, por uma suposta simulação em um lance em que pediu falta de Anderson Pico. Bittencourt isentou o Flamengo de qualquer culpa pelo erro de arbitragem, lembrando que o Rubro-Negro é aliado político na briga com a Ferj, e mandou o seu recado para a federação.

"Não acho que teve nenhuma atitude para beneficiar o Flamego, acho que a intenção é outra. Eu já fui denunciado no tribunal, vários jogadores do Fluminense estão sendo denunciados, o Fed vai ser denunciado agora. Acho que o objetivo era tirar o Fred da competição, é triste, isso vai empobrecendo o futebol, a gente no Rio de Janeiro está andando para trás. Nos últimos anos tem sempre um clube do Rio da Segunda Divisão, isso é péssimo para o futebol carioca. Depois chega em outros campeonatos e enfrenta equipes de outros estados, que se prepararam melhor, porque disputam Estaduais melhores. É uma reflexão para se fazer", disse o dirigente, que acrescentou.

"Nada disso tira os méritos da vitória do Flamengo, o Flamengo jogou melhor e mereceu a vitória. Nós não vamos cair na pegadinha de virarem a gente contra o Flanengo, de bobo eu só tenho a cara. O Flamengo não tem nada a ver com  isso, veia a campo dignamente e disputou partida com lealdade".

Na saída do Maracanã, o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, também falou sobre a situação e mais uma vez mostrou a sua insatisfação com a Ferj. O dirigente ainda fez uma alerta para a arbitragem do jogo da próxima quarta-feira, contra o Madureira, em Volta Redonda, valendo vaga nas semifinais. 

"Todo esse movimento vai justamente contra ao que acontece há muito anos e está chegando ao ápice. Fred desabafar é natural, está trabalhando duro e foi tirado em campo de forma injusta e absurda. As pessoas têm que olhar a rodada de hoje, pensar com carinho e entender essa luta de Flamengo e Fluminense no Campeonato Carioca. Tem que acabar esse tipo de ditadura, de coronel, a ditadura acabou na década de 80. A luta não muda diante do quadro", afirmou o presidente tricolor.

"A gente quer chamar a atenção do trio de arbitragem que for designado. Estamos acompanhando de perto. Esperamos que exista dignidade. Não são elas só que estão trabalhando, são os 22 que vão jogar. Na quarta o recado é pra arbitragem, esperamos um trabalho bem feito. Apesar de tudo o que sofre, o Fluminense ainda tem chance, pelo incrível que pareça, de ganhar em campo. O trio tem que saber que isso é muito sério e que estaremos lá acompanhando", completou Siemsen.

Presidente do Flu engrossa discurso de Fred e manda recado a árbitros
Comentários

Dirigente do Flu se revolta com arbitragem após expulsão de Fred: 'Por isso que o Brasil toma de 7 a 1'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.