Jornal inglês coloca Sócrates como um dos seis 'mais inteligentes do esporte'

ESPN.com.br

Em seu tradicional quadro "The Joy of Six", publicado nesta semana, o jornal britânico Guardian elegeu os seis esportistas mais inteligentes da história, com currículos que extrapolam campos e quadras, de atuação preponderante em suas áreas e fora delas.

Myron Rolle (NFL), Bill Bradley (NBA), Byron White (NFL), Marion Bartoli (tênis) e Craig Breslow (MLB) estão na seleta lista ao lado de um brasileiro: Sócrates, influente na luta contra a ditadura militar brasileira e conhecido pela Democracia Corintiana.

Veja abaixo por que cada um deles foi indicado pelo Guardian:

Myron Rolle

Getty
Ex-safety Myron Rolle atuou por duas temporadas na NFL pelo Tennessee Titans
Ex-safety Myron Rolle atuou por duas temporadas na NFL pelo Tennessee Titans

Ele tem hoje apenas 28 anos e já se aposentou da NFL após duas temporadas no Tennessee Titans (2010-2011) além de uma no Pittsburgh Steelers (2012) para ajudar nos treinos. O ex-safety, porém, sempre se notabilizou por sua vida escolar.

Quando morava em New Jersey, após sua família deixar Bahamas, ele tocava saxofone, atuou no musical "Fiddler on the Roof" (Um violinista no telhado) e ainda era editor de esportes do jornal da escola.

Depois de jogar futebol americano e estudar Ciências em Florida State, Myron Rolle ganhou uma bolsa para fazer pós-graduação na conceituada Universidade de Oxford, na Inglaterra, e hoje é mestre em Antropologia Médica.

Agora, ele toma conta da fundação que leva seu nome, que cuida de crianças e famílias necessitadas, e estuda medicina na mesma Florida State.

Bill Bradley

Getty
Ala Bill Bradley foi bicampeão da NBA com o New York Knicks na década de 1970
Ala Bill Bradley foi bicampeão da NBA com o New York Knicks na década de 1970

Jogador de basquete de sucesso, com medalha de ouro olímpica (1964), uma Euroliga (1966) e dois títulos da NBA pelo New York Knicks (1970 e 1973) no currículo, o ex-ala Bill Bradley era conhecido por ter uma ampla visão periférica, treinada à sua maneira na infância, e pela facilidade em atuar nas quadras.

"Ele usava armações de óculos com um pedaço de papelão colado a eles para que não pudesse ver o chão da quadra", revela sua biografia.

Estudante compulsivo, Bradley recebeu 75 ofertas para ingressar em faculdades e acabou optando pela Princeton. Também alcançou uma bolsa de pós-graduação para Oxford, onde estudou Política, Economia e Filosofia e atuou no basquete europeu, e chegou à NBA em 1967. Encerrou a carreira em 1977 e menos de dois anos depois conseguiu uma vaga no Senado dos Estados Unidos. 

Lá, o democrata Bill Bradley ficou por 18 anos. Depois, escreveu sete livros e chegou a concorrer à nomeação para ser o candidato a presidente em 2000.

Byron White

Getty
Byron White foi o corredor com mais jardas na NFL em 1938 e 1940
Byron White foi o corredor com mais jardas na NFL em 1938 e 1940

O running back atuou por apenas três temporadas na NFL (1938, 1940 e 1941), sendo que em duas delas (1938 e 1940) foi quem mais correu na liga, e se alistou na Marinha norte-americana para a Segunda Guerra Mundial. Ele também conseguiu uma bolsa para ir a Oxford e estudou lá em 1939.

Depois da guerra, Byron White estudou Direito e trabalhou como advogado por 15 anos até ser indicado para a Suprema Corte dos Estados Unidos pelo então presidente John Kennedy, em 1962. Ficou por 31 anos na principal instância da Justiça e morreu em 2002, aos 84 anos, por causa de uma pneumonia.

Marion Bartoli

Getty
Marion Bartoli parece não acreditar ao ganhar o ponto que lhe deu o título de Wimbledon
Marion Bartoli parece não acreditar, mas ela ganhou o título de Wimbledon

A carreira da francesa no tênis nunca teve tanto brilho, até que de forma surpreendente conquistou o título de Wimbledon, um dos quatro Grand Slams da temporada, em 2013. Tão surpreendente quanto a taça foi a decisão de se aposentar aos 29 anos por causa das dores em seu corpo.

No entanto, o que chama a atenção em Bartoli é sua inteligência mais do que comprovada: ele tem um Q.I. de 175, à frente por exemplo de Albert Einstein e Steven Hawking, atrás de Leonardo da Vinci. Ela, por exemplo, sempre estudou dois anos à frente do que seria sua idade escolar regular.

"Eu fiz um testo quando era menor, mas não é algo que eu fique contando para todo mundo: 'Oh, eu sou tão esperta'. Eu meio que escondi isso. Mas é assim que eu sou, sabe? Apenas vem naturalmente. É assim que eu nasci", afirmou em 2013.

Hoje, ela é formada em Artes por uma universidade da Suíça.

Craig Breslow

Getty
Desde 2005 na MLB, arremessador Craig Breslow está atualmente no Boston Red Sox
Desde 2005 na MLB, arremessador Craig Breslow está atualmente no Boston Red Sox

O Sporting News nomeou o arremessador como o esportista mais inteligente do mundo em 2010. Já o Wall Street Journal disse que Craig "a julgar por seu currículo, é o esportista mais inteligente do mundo, se não do mundo inteiro".

Ele se formou na Universidade de Yale em biofísica molecular e bioquímica. Seu desejo por estudar medicina vem por causa da irmã, que na adolescência foi diagnosticada com um câncer no tireoide.

Além disso, Breslow criou a Strike 3 Foundation, que ajuda crianças com câncer.

Na MLB, o jogador de 34 anos demorou a se firmar, tendo passado por cinco times em sete temporadas - San Diego Padres, Boston Red Sox, Cleveland Indians, Minnesota Twins, Oakland Athletics e Arizona Diamondbacks.

Desde 2012 ele atua no Red Sox, onde conquistou um título da MLB.

Sócrates

Gazeta Press
Sócrates, jogador do Corinthians, comemora o seu gol durante a partida contra o São Paulo, válida pelo Campeonato Paulista 1979
Sócrates fez história no futebol dentro e fora dos gramados

O ex-jogador de Botafogo-SP, Corinthians e Fiorentina se formou na faculdade de medicina enquanto atuava pelo time de Ribeirão Preto, mas só exerceu a profissão após se aposentar dos gramados, em 1989. Ainda conseguiu o título de Doutor, mas antes mesmo já levava tal alcunha ao esporte.

Com ídolos como John Lennon e Che Guevara, Sócrates fez história por ter jogado na Copa do Mundo de 1982 na seleção do "futebol bonito" e por sua participação na Democracia Corintiana em plena época da ditadura militar.

Suas posições humanas e políticas também chamavam a atenção de todos. Contestador, morreu em 2011 no dia em que seu Corinthians foi campeão brasileiro.

Comentários

Jornal inglês coloca Sócrates como um dos seis 'mais inteligentes do esporte'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.