Presidente de Guiné Equatorial libera 149 presos que causaram confusão durante Copa Africana

ESPN.com.br com AFP
Getty Images
Teodoro Obiang liberou os presos nesta sexta-feira
Teodoro Obiang liberou os presos nesta sexta-feira

O presidente de Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, perdoou 149 pessoas que foram presas após confusões que ocorreram durante a partida da seleção do país, que sediou a Copa Africana de Nações, contra Gana, pela semifinal da competição. O presidente da Suprema Corte de Malabo, Martin Ndong Nsue, confirmou as liberações.

"Estávamos prontos para ir a julgamento para que vocês fossem punidos, mas o presidente da república, Teodoro Obiang, em seu papel de principal magistrado da nação e pai de todos vocês, perdoou vocês, e vocês estão livres", afirmou Ndong Nsue, que falou aos acusados antes de eles serem liberados para encontrarem suas família em frente à Suprema Corte.

A partida ocorrida em Malabo em 5 de fevereiro acabou com a derrota dos mandantes por 3 a 0 e foi interrompida perto dos 30 minutos por conta da confusão dos torcedores de Guiné Equatorial, que lançaram objetos no campo e em direção a fãs ganeses.

A federação de Guiné Equatorial foi multado em 100 mil dólares pela Confederação Africana de Futebol e terá de jogar uma partida de portões fechados.

Comentários

Presidente de Guiné Equatorial libera 149 presos que causaram confusão durante Copa Africana

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.