Premier League negocia direitos de transmissão por R$ 22 bilhões

ESPN.com.br
Getty Images
Chelsea West Ham Premier League
Bandeira do Chelsea, atual líder do Campeonato Inglês: valorização

A Premier League anunciou, nesta terça-feira, que os canais Sky e BT ganharam a concorrência para transmitir o Campeonato Inglês por três temporadas (2016 a 2019) no Reino Unido por um valor recorde de 5,1 bilhões de libras, ou R$ 22 bilhões, sendo 4,2 bilhões da primeira e 900 milhões da segunda.

De acordo com a agência AFP, o acordo a ser anunciado deveria ser fechado em pelo menos 4 bilhões de libras (R$ 17 bilhões), e as vendas para a transmissão ao exterior renderiam mais 2 bilhões de libras (R$ 8,5 bilhões).

As duas emissoras já detêm os direitos, mas desta vez sofreram a forte concorrência da norte-americana Discovery Network e da catari beIN Sports, o que fez com que o valor a ser negociado quase dobrasse (pelas últimas três edições do campeonato, Sky e BT pagaram juntas 3 bilhões de libras, R$ 12,75 bilhões).

A Sky conseguiu comprar 126 jogos ao vivo, enquanto a BT passará 42 partidas.

Desta forma, o novo acordo coloca a Premier League como a segunda liga esportiva mais lucrativa do mundo, perdendo apenas para a NFL, que possui quatro TVs sob seu guarda-chuva (CBS, NBC, Fox e ESPN) e angariou 39,6 bilhões de dólares (R$ 110,6 bilhões) pelo período 2014-2022.

"O dinheiro continuará a ser investido de modo a investir no melhor show, em novos estádios e fortemente na base", afirmou o chefe executiva da EPL, Richard Scudamore. "Os clubes estão avisados de que parte de nosso produto é manter os estádios cheios".

Comentários

Premier League negocia direitos de transmissão por R$ 22 bilhões

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.