Chefe da Mercedes duvida de novo domínio: 'Não é normal'

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Getty
Mercedes sem briga: Toto Wolff (à esq.) celebra vitória de Lewis Hamilton e pódio de Nico Rosberg
Equipe Mercedes celebra uma das vitórias da Mercedes em 2014

Chefe da atual campeã Mercedes, Toto Wolff não acredita em um amplo domínio da equipe de Brackley na temporada 2015 de Fórmula 1. Para o austríaco, querer repetir as marcas de 2014 seria um ato de muita presunção e anormal.

Na Mundial passado, a equipe prateada venceu 16 das 19 provas, fazendo de Lewis Hamilton bicampeão da categoria. Entre os Construtores, a Mercedes foi ganhadora com 296 pontos de vantagem para a segunda colocada, a Red Bull.

"Será especialmente difícil superar as marcas que conseguimos no passado", disse Wolff em entrevista ao jornal Sport Bild. "Ganhar 16 das 19 etapas no calendário não é algo lá muito normal. Querer repetir isso me parece um tanto quanto presunçoso", completou.

Questionado sobre os maiores adversários em 2015, o austríaco não arriscou e apontou a Red Bull e a Williams, duas equipes com boas campanhas no ano passado. No entanto, o chefe da Mercedes não descartou a Ferrari, que contará com o tetracampeão Sebastian Vettel nesta temporada.

"Acho que Vettel dará novos ares à Ferrari. Quando você assina com um cara que venceu quatro vezes o mundial, a motivação é sempre grande e não se pode subestimar o quanto isso representa para uma equipe", analisou Toto.

"Creio que a Red Bull vai sentir muita falta dele neste ano. Sebastian adquiriu uma incrível experiência com a Red Bull e, apesar dos críticos, eu o vejo como um dos melhores do grid. Daniel Ricciardo tem mostrado que pode conseguir coisas grandes e Daniil Kvyat é um grande talento, mas ainda é preciso dar a ele mais tempo", finalizou o austríaco.

Comentários

Chefe da Mercedes duvida de novo domínio: 'Não é normal'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.