Everton Ribeiro pressiona e topa abrir mão de R$ 3 milhões para deixar o Cruzeiro

Marcus Alves, do ESPN.com.br
Getty
Everton Ribeiro foi peça fundamental no bicampeonato brasileiro do Cruzeiro
Everton Ribeiro foi peça fundamental no bicampeonato brasileiro do Cruzeiro

Decidido a deixar o Cruzeiro, o meia Everton Ribeiro topa abrir mão de até R$ 3 milhões no contrato oferecido pelo Al Ahli, dos Emirados Árabes Unidos, para a diretoria celeste liberar a sua saída. O presidente Gilvan de Pinho Tavares rejeitou a primeira oferta de 7 milhões de euros (R$ 20 milhões) por 60% de seus direitos econômicos e até aceita reduzir a sua pedida inicial, mas exige 10 milhões de euros (R$ 29 milhões) para fechar acordo.

A princípio, o mandatário havia comunicado ao empresário Robson Ferreira que não conversaria por menos de 15 milhões de euros (R$ 45 milhões), o mesmo valor pago pelo Guangzhou Evergrande, da China, para tirar Ricardo Goulart.

A pressão feita pelo próprio jogador deixou, no entanto, o clube em situação delicada.

A pedido de seu estafe, Everton entrou em contato com a cúpula cruzeirense para afirmar que não desejaria ter mais uma oferta por seu futebol rejeitada e, então, sinalizou que toparia repassar parte do acordo com os árabes para conseguir a sua liberação.

Gilvan ainda não está totalmente convencido.

"Existe uma diferença de valores. Sem resolvê-la, não tem como vendê-lo. Ele já ligou diversas vezes para conversar conosco, mas de repente pode conseguir uma oferta melhor, foi eleito o melhor do Brasileiro todos esses anos", diz o vice-presidente Márcio Rodrigues ao ESPN.com.br.

O relacionamento entre a diretoria do clube e o agente Robson Ferreira não é dos melhores e também dificulta as tratativas.

Em caso de acerto, Everton Ribeiro receberia um salário anual de R$ 4,5 milhões de euros (cerca de R$ 13 milhões) no Al Ahli. O meio-campista já conta, inclusive, com um estudo de rentabilidade financeira sobre os petrodólares que viria a faturar e se prepara para esse momento desde a última temporada - na ocasião, foram recusadas propostas do Al-Jaish, do Catar, e do Monaco.

Nesta quinta-feira, o camisa 10 treinou normalmente e, mais uma vez, não conversou com a imprensa.

O técnico Marcelo Oliveira, responsável por trazê-lo do Coritiba, não será empecilho para a sua saída em sinal de gratidão.

Desde 2013 na Toca da Raposa II, Everton Ribeiro foi peça fundamental na conquista do bicampeonato brasileiro cruzeirense e chegou a ser convocado por Dunga no retorno do comandante à seleção. O meio-campista, que tem 25 anos, foi comprado ao Coritiba por apenas R$ 4,5 milhões.

Veja a entrevista do presidente do Cruzeiro
De Arrascaeta desembarca em Minas Gerais com festa da torcida do Cruzeiro
Comentários

Everton Ribeiro pressiona e topa abrir mão de R$ 3 milhões para deixar o Cruzeiro

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.