Governo insiste, mas Distrito Federal desiste de sediar torneio para poupar quase meio bi

ESPN.com.br
Agência Brasília
Ministro do Esporte se encontrou com Rollemberg e Leila (secretário do esporte do DF)
Ministro do Esporte se encontrou com Rollemberg e Leila (secretário do esporte do DF)

O Distrito Federal anunciou oficialmente nesta quarta-feira que não tem condições financeira de receber a Universíade, a olimpíada universitária, de 2019. O acordo para receber a competição foi firmado em 2013, ainda pela gestão anterior de Agnelo Queiroz (PT), mas será desfeito para poupar quase meio bilhão dos cofres do governo local.

"Os elevados custos financeiros do evento impedem que o Governo do Distrito Federal assuma a realização do evento", diz a nota oficial do Distrito Federal.

O cancelamento do acordo foi feito contra a vontade do Governo Federal. O Ministro do Esporte, George Hilton, chegou até a se encontrar com o atual governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB) para oferecer uma ajuda no pagamento das contas.

O Distrito Federal teria que pagar 23 milhões de euros (quase R$ 70 milhões) para a Federação Internacional do Desporto Universitário (Fisu) pelo direito de receber a competição. Esse dinheiro seria parcelado em duas vezes, entre este ano e o ano que vem. Além disso, precisaria investir mais 400 milhões de reais em obras.

O Governo Federal ainda teria um custo de mais R$ 400 milhões e teria se oferecido para arcar com o pagamento para a Fisu. Seriam construídos 22 locais de competição e reformados o ginásio Cláudio Coutinho e o centro olímpico da Universidade de Brasília (UnB).

Comentários

Governo insiste, mas Distrito Federal desiste de sediar torneio para poupar quase meio bi

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.