Estrelas do esporte lamentam a morte de Ricardo dos Santos

Aguinaldo Melo
Em algumas imagens do arquivo da ESPN Brasil, uma pequena homenagem à Ricardo dos Santos

As palavras confusas mostram o que Ricardo dos Santos representava não só para o surf, mas para os esportes de ação em geral. A morte do surfista foi amplamente lamentada nas redes sociais.

Divulgação
Havaí, Tahiti, Fiji, Ricardo dos Santos surfou as melhores ondas do mundo
Havaí, Tahiti, Fiji, Ricardo dos Santos surfou as melhores ondas do mundo

O tetracampeão mundial de skate bowl Pedro Barros chamou Ricardinho de irmão. “A perda do Ricardo bateu como uma espada no meu coração,” disse.

O campeão mundial de surf, Gabriel Medina não só lamentou como disse não entender como isso acontecia com uma pessoa do bem. “Por quê isso acontece com gente do bem? Não entendo Isso!” comentou, consternado com o fato. 

Um ídolo e um espelho para Ricardinho, Adriano de Souza preferiu se apoiar nas memórias boas nas qualidades do amigo surfista. “Uma vez escutei que aqueles que amamos nunca morrem, partem antes de nós,” disse Adriano de Souza. 

Profissionais e companheiros de onda como Alejo Muniz, Filipe Toledo e Miguel Pupo também lembraram o amigo. 

“…Meus amigos, não podemos desistir, por mais que seja difícil, temos que acreditar até o final que a justiça será feita!” – Alejo Muniz

“Você foi feliz fazendo o que amava e viajando o mundo com os amigos. Que Deus aqueça os corações dos familiares nesse momento difícil e os conforte.

Vou sentir saudades Tortuga!! Descanse em paz!!” – Miguel Pupo

“Vai com Deus. Que ele possa estar confortando o coração da família, amigos e o meu ... porque isso não entra na minha cabeça”. – Filipe Toledo

Ricardo dos Santos, 24, morreu na manha desta terça-feira em decorrência dos ferimentos a bala sofridos no dia anterior na Guarda do Embaú, Palhoça – SC.

O surfista foi baleado por um policial militar que estava de folga após uma discussão banal. O policial que estava dentro de um veículo disparou três tiros contra o surfista, sendo que dois o atingiram. O policial está preso em um quartel da polícia militar de Santa Catarina.

No mesmo momento Ricardo foi levado de helicóptero até São José, região metropolitana de Florianópolis onde foi hospitalizado e passou por diversas cirurgias. Na manhã de terça o surfista teve uma parada cardiorrespiratória fatal.

Ricardo era um dos nomes de peso do surf brasileiro no circuito internacional. Apesar de não competir no WCT, o surfista foi convidado para diversas etapas como o WCT Teahupoo e o WCT Fiji, viajou o mundo surfando as melhores e mais temidas ondas, foi capa de algumas das revistas mais respeitadas do surf mundial.

Comentários

Estrelas do esporte lamentam a morte de Ricardo dos Santos

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.