Surfista baleado por policial não resiste a ferimentos e morre em Santa Catarina

ESPN.com.br
Divulgação
Ricardo Santos com o campeão Gabriel Medina; Ricardinho foi baleado nesta segunda-feira
Ricardo Santos (à direita), com o campeão Gabriel Medina, morreu nesta terça-feira

O surfista profissional Ricardo Santos faleceu nesta terça-feira, aos 24 anos, um dia depois de ter sido baleado na região do tórax e do pulmão por um policial militar na Guarda do Embaú, em Santa Catarina. O autor do assassinato está preso depois de ter admitido o crime.

Ricardo, que é amigo pessoal do campeão Gabriel Medina e já disputou etapas do Mundial de surf como convidado ou wild card, foi encaminhado às pressas nessa segunda ao Hospital de São José (SC) por meio de um helicóptero de resgate, passou por quatro cirurgias, mas perdeu muito sangue e não resistiu

Ricardinho discutiu com dois homens depois de reclamar que os mesmos estavam fazendo uso de entorpecentes na frente de sua casa. Acabou levando tiros na região do tórax, perfurando o pulmão. Os criminosos tentaram fugir, mas acabaram detidos.

Por ironia, há algum tempo que Ricardinho já vinha reclamando sobre a questão da segurança na Guarda do Embaú.

"Bons eram os tempos que a Guarda era lugar de maconheiro, vagabundo, hippie, etc. Agora aos invés disso nós temos bandidos! Que ficam com seus carros de som a noite toda circulando ou parados no meio da praia, tocando uma musica medíocre no volume mais alto possível e deixando lixo por todos os lados. Que coisa mais linda, não é?", disse o atleta em 2011.

Comentários

Surfista baleado por policial não resiste a ferimentos e morre em Santa Catarina

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.