Time de Cuca, Shandong Luneng anuncia contratação de Tardelli por R$ 16,8 milhões

ESPN.com.br
Divulgação
Tardelli foi anunciado na madrugada deste domingo
Tardelli foi anunciado na madrugada deste domingo

A novela envolvendo o futuro de Diego Tardelli, enfim, se encerrou. Em reunião nesta sexta-feira, em São Paulo, o presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, fechou a venda do atacante por 5,5 milhões de euros (cerca de R$ 16,8 milhões) para o Shandong Luneng, da China. Prestes a completar 30 anos, o jogador da seleção brasileira conversou até mesmo com a CBF antes de acertar a sua transferência e reencontrará o ex-comandante alvinegro Cuca em seu novo desafio.

"Depois de um longo trabalho de três meses de observação e acompanhamento ordenado e científico, neste 17 de janeiro Shandong Luneng e Diego Tardelli assinaram formalmente um acordo. A taxa de transferência é de 5,5 milhões de euros", escreveu o clube asiático em seu site.

O Galo detém 70% dos direitos econômicos e ficará, assim, com aproximadamente R$ 11,7 milhões do valor a ser desembolsado pelos chineses. Há a possibilidade do valor anunciado pelos chineses ser apenas a parte do time mineiro - neste caso, o negócio teria saído por cerca de 8 milhões de euros ao todo.

Essa foi a segunda oferta do Shandong. Eles contavam anteriormente com a concorrência do compatriota Guangzhou Evergrande, que perdeu a paciência com Nepomuceno e acabou fechando com o ex-cruzeirense Ricardo Goulart.

"O Tardelli já ia deixar o Galo de qualquer forma, e iria para o Guangzhou, que é meu adversário. Quando soube que o Guangzhou estava na jogada, confirmei com o presidente do Atlético e já entrei na briga. Se vai sair de qualquer forma, que integre o meu time e não o do adversário", afirmou Cuca em entrevista à ESPN Brasil.

A postura da diretoria atleticana chegou a provocar a insatisfação do estafe de Tardelli, que reclamava da tentativa de barganhar um aumento considerado baixo para motivar o conflito e da sua resistência no pagamento de comissão pelo acordo - eles afirmam terem aberto mão do dinheiro na volta do atleta do Al-Gharafa, do Catar, em 2013.

O maior artilheiro do Galo na década, com 43 gols, receberá um salário de R$ 1 milhão na China, livre de impostos.

"Procurei saber todos os detalhes. Do clube, da cidade, da estrutura. Dos jogadores que estão lá. A maioria eu conheço. A comissão toda é brasileira. Isso fica mais fácil", afirmou em entrevista coletiva na quinta-feira.

Essa é a segunda vez que o atacante deixa o clube. A relação de idolatria que existia entre eles ao fim de sua primeira passagem, entre 2009 e 2011, foi alçada a outro nível com os títulos da Libertadores, da Recopa Sul-Americana e da Copa do Brasil.

Em seu novo clube, Cuca acredita ser difícil a manutenção de Tardelli nos planos de Dunga.

"É nítido. Não adianta a gente enganar o jogador. Ele vai ter uma recompensa financeira muito boa, um dinheiro bom livre de imposto. Vai ter responsabilidade em campo, também vai ter que jogar bem. Mas a seleção brasileira fica mais difícil", afirmou o treinador.

O Atlético-MG conta com o argentino Lucas Pratto, ex-Vélez Sarsfield, como possível reposição ao atacante.

Shandong Luneng e Palmeiras se enfrentam em amistoso neste sábado, às 17h (horário de Brasília), no Allianz Parque, com transmissão da ESPN Brasil, do WatchESPN e da Rádio ESPN.

Veja entrevista exclusiva em que Cuca revela desejo de levar Diego Tardelli para China
Comentários

Time de Cuca, Shandong Luneng anuncia contratação de Tardelli por R$ 16,8 milhões

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.