Em homenagem a Eusébio, avenida próxima ao Estádio da Luz ganha nome do ídolo

ESPN.com.br com agência EFE
Getty
Eusébio morreu há exatamente um ano
Eusébio morreu há exatamente um ano

A avenida Eusébio da Silva Ferreira, situada em uma parte da estrada que passa pelo Estádio da Luz, foi inaugurada nesta segunda-feira em Lisboa, no primeiro aniversário de morte do jogador, eterno ídolo do Benfica e da seleção portuguesa.

A inauguração, que contou com a presença do prefeito de Lisboa, António Costa, e do presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, ocorre exatamente um ano depois da morte do "Pantera Negra", aos 71 anos, em 5 de janeiro de 2014.

"Só morrem aqueles que não deixam marca. Eusébio deixou uma marca única, uma marca que é resultado de seu talento e de seu caráter", disse Vieira durante a cerimônia.

O prefeito Costa elogiou a figura de Eusébio, a quem considerou uma das grandes personalidades lusitanas do século XX, por ser um grande gerador de consensos e por sua importância internacional.

"Eusébio é muito mais que patrimônio do Benfica, é patrimônio de todo o país e de toda a humanidade que gosta de futebol", declarou.

Quem também discursou foi o poeta e político Manuel Alegre, que leu um poema em homenagem a Eusébio.

Pela manhã, foi celebrada uma missa em lembrança ao ex-jogador, seguida por um cortejo até o cemitério de Lumiar (norte de Lisboa), onde foi sepultado.

Além de parentes, compareceram à cerimônia ex-colegas como António Simões, que lembrou "o privilégio de ter sido companheiro" de Eusébio.

O ex-jogador e ex-treinador António Conceição ressaltou que o "Pantera Negra" foi jogador do Benfica, mas "ficará para a história do futebol".

Uma das filhas do ídolo português, Carla Elisa se mostrou emocionada pela "maravilhosa homenagem" ao pai no primeiro aniversário de sua morte.

A inauguração da nova avenida se junta ao Museu do Benfica-Cosme Damião com mais atividades comemorativas, como visitas temáticas guiadas sobre a vida e a carreira do jogador.

Nascido em Maputo, em 1942, quando Moçambique ainda era colônia portuguesa, Eusébio foi eleito o melhor jogador do mundo em 1965 e ganhou duas vezes a Chuteira de Ouro, nas temporadas 1967-68 e 1972-73.

Eusébio vestiu por 15 anos a camisa do Benfica e também fez história com a seleção portuguesa, com a qual foi o melhor jogador e artilheiro (9 gols) da Copa do Mundo de 1966, na Inglaterra, na qual Portugal terminou em terceiro lugar, o melhor resultado da história do país no torneio.

Comentários

Em homenagem a Eusébio, avenida próxima ao Estádio da Luz ganha nome do ídolo

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.