Celso Barros avisa que deseja vender Conca e diz: 'Fui informado que Fla fez proposta'

ESPN.com.br
Veja entrevista em que Celso Barros revela interesse de Flamengo e Corinthians em Conca

Mesmo não sendo mais a patrocinadora do Fluminense, a Unimed é responsável pelo pagamento da maior parte dos vencimentos das principais estrelas do clube, incluindo o meia Darío Conca. O argentino tem contrato com o Tricolor até janeiro de 2017, mas o presidente da antiga parceira, Celso Barros, deixou claro que deseja vender o jogador o mais rápido possível.

Em entrevista à Rádio Tupi e depois ao programa "Bate Bola" da ESPN Brasil, neste domingo, Celso avisou que não pretende continuar pagando para um atleta que não exibe mais a imagem da empresa e confirmou que Conca recebeu uma proposta para atuar pelo rival Flamengo em 2015, além de citar o interesse do Corinthians.

"Fui informado pelo doutor Mário Bittencourt (vice de futebol do Flu) que o Flamengo teria encaminhado uma proposta e que de pronto eles teriam recusado essa proposta. Na realidade, ele não me passou essa proposta, e acho que ele deveria ter me passado. Temos parte dos direitos econômicos do atleta e sempre buscamos honrar os compromissos. Realmente tive conversas com o Rodrigo (Caetano, diretor executivo do Fla), que é meu amigo, e o (Alexandre) Wrobel (vice de futebol do Fla), que eu não conhecia, mas que me pareceu uma pessoa muito distinta e elegante", afirmou Celso Barros, que completou.

"A situação tem de ser resolvida com o Fluminense. O clube é quem tem o direito federativo e, portanto, o poder de liberar ou não. O que temos é parte do direito econômico, seja para uma venda para o Flamengo, Corinthians ou, se o Fluminense não quiser, de ninguém. Claro que nós não temos interesse em pagar imagem, já que não temos mais parceria com o clube".

Conca recebe R$ 500 mil por mês da Unimed referentes aos direitos de imagem, e o Fluminense paga a ele um salário de R$ 250 mil mensais. O clube é dono dos direitos federativos do meia e de 20% dos direitos econômicos, enquanto a empresa detém os outros 80% restantes.

Photocamera
Celso Barros, presidente da Unimed
Celso Barros, presidente da Unimed

Evidenciando a sua vontade de negociar Conca com outra equipe, Celso Barros admitiu que os jogadores que tem contrato com Unimed estão há um mês sem receber o dinheiro.

"Nesse momento, tem um mês de atraso. Os jogadores não vão sentir tanto, porque são bem remunerados, mas vamos honrar esse compromisso. Mas poderia ser resolvido de outra forma. É muito fácil dizer que não libera o Conca pagando o que eles pagam. É muito fácil esse discurso. Vamos ver se eles gostariam de sentar à mesa para discutir esta questão", disse o presidente da ex-patrocinadora do Flu.

Além da proposta do Flamengo e do interesse do Corinthians, Celso Barros revelou que Conca poderia até voltar a atuar na China, onde jogou pelo Guangzhou Evergrande entre 2011 e 2013: "Eu tenho conversado bastante com o Conca, que é meu amigo pessoal, e ele está aguardando. Falamos até de uma possível proposta da China. Tudo isso está em jogo, Flamengo, Corinthians, pode ser China, depende da vontade do jogador e também da proposta a ser feita para o Fluminense. Se a proposta for boa para clube, patrocinador e atleta, vamos liberá-lo. É questão de sentar na mesa e discutir".

Além de Conca, a Unimed também é responsável pelo pagamento da maior parte dos vencimentos de Fred, Henrique, Walter, Jean, Wagner e Cícero. Mesmo após o fim da parceria, a relação entre a empresa e o Tricolor carioca é péssima, o que dificulta a busca por uma solução na negociação da situação desses jogadores. Celso Barros também aproveitou para fazer críticas ao presidente Peter Siemsen.

"O Fluminense por diversos momentos teve um tratamento com a empresa que não achei adequado, aí resolvi não renovar. O presidente Peter se reuniu com dois executivos da empresa, mas não falou comigo. Ele não fala comigo há mais de um ano. É uma pessoa difícil, está sempre envolvido com outras questões, isso dificulta muito", finalizou.

Comentários

Celso Barros avisa que deseja vender Conca e diz: 'Fui informado que Fla fez proposta'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.