Premiado com o Capacete de Ouro, Rubinho vence lado 'chorão'

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Divulgação
Rubinho Barrichello premiação Stock Car
Rubinho Barrichello segurou o choro na hora da premiação

Rubens Barrichello foi o grande destaque do prêmio Capacete de Ouro de automobilismo no Brasil, realizado na noite da última quarta-feira, em São Paulo. O piloto foi o vencedor na categoria Stock Car, da qual foi o campeão este ano e comemorou o fato de não ter chorado com a homenagem.

Após receber a premiação das mãos de Paulo Gomes, primeiro campeão da Stock Car, em 1979, Rubinho assistiu a uma homenagem com fotos que registraram toda a temporada. No entanto, mais forte, o piloto segurou as lágrimas e disse estar menos "chorão".

O ex-piloto de Fórmula 1 não escondeu a satisfação com seu retorno ao Brasil e avaliou a temporada como "excepcional". Vice-campeão de F-1 em 2002 e 2004, Rubinho ainda revelou que, em 2013, tentou negociar mais um ano na Fórmula Indy, mas desistiu da ideia após seu primeiro teste na Stock Car.

Mais acostumado à categoria, Barrichello afirmou que o título inédito veio graças ao aprendizado conquistado com os erros de 2013 e comemora a maneira como terminou a temporada para ele: "Acabar o ano com os filhos em cima do carro deu uma emoção impagável", contou à imprensa na premiação.

Pietro Fittipaldi também levou o prêmio Capacete de Ouro para a casa. O piloto de 18 anos venceu na categoria internacional. Ele foi convidado para a semana de testes da Fórmula 3 e chamou a atenção da Ferrari, que o chamou para conhecer sua escola de pilotos.

Comentários

Premiado com o Capacete de Ouro, Rubinho vence lado 'chorão'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.