Wesley já assinou por três anos com o São Paulo; apresentação será em fevereiro

Camila Mattoso, do ESPN.com.br
Wesley já é do São Paulo, mas se apresenta em fevereiro; reveja gols do volante

O volante Wesley, do Palmeiras, já é jogador do São Paulo.

Segundo apurou o ESPN.com.br, o meio-campista assinou contrato por três anos com a equipe do Morumbi na última semana. No entanto, ele só será anunciado oficialmente e apresentado pelo clube tricolor depois do dia 28 fevereiro de 2015, quando termina seu vínculo com o time alviverde.

Vale lembrar que, em 8 de outubro, o ESPN.com.br já havia revelado com exclusividade que o próprio presidente Paulo Nobre admitia aos sócios que o Palmeiras perderia Wesley, que já tinha um pré-contrato assindo com o rival.

Os empresários do volante, inclusive, pediram à equipe do Palestra Itália para que Wesley fosse liberado antes do fim do contrato para já poder participar da pré-temporada são-paulina. A diretoria alviverde, no entanto, recusou.

Nenhum dos times já confirma o negócio. Segundo apurou a reportagem, inclusive, o São Paulo terá que pagar multa caso algum dirigente do time vaze informações sobre o negócio.

Pedido do técnico Muricy Ramalho, que gosta da polivalência do jogador, Wesley foi contratado em 26 de março de 2012 pelo Palmeiras, por 6 milhões de euros - a negociação mais cara da história palestrina.

Pelo time verde, ganhou a Copa do Brasil, em 2012, e a Série B, em 2013. No entanto, caiu em desprestígio com a torcida palmeirense, e vinha sendo vaiado em todas as partidas do Palmeiras na reta final do Campeonato Brasileiro.

'Cansado', Wesley diz que ainda é jogador do Palmeiras; veja

Comentários

Wesley já assinou por três anos com o São Paulo; apresentação será em fevereiro

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.