A trajetória de Gabriel Medina rumo à disputa do título mundial no Havaí

XGames.com.br

 

ASP/Kirstin
Gabriel Medina teve 3 vitórias no WCT deste ano até o momento
Gabriel Medina teve 3 vitórias no WCT deste ano até o momento

Em 2011, ao perder para Gabriel Medina nas quartas de final no WCT da França, Kelly Slater declarou: "com certeza esse garoto vai ganhar vários títulos mundiais". Hoje, três anos depois, a frase profética de Slater pode se tornar realidade, porque Medina chega à última etapa do ano, no Havaí, com grandes chances de ser o primeiro brasileiro campeão mundial da história do surf. Relembre a trajetória de vitórias da "sensação" Medina.

É preciso entender que as boas "surpresas" de Gabriel Medina não são novidades. Mas não é para menos que, este ano, a mídia tenha usado adjetivos como "sensação" e "fenômeno". Em 2014, ele ganhou três das dez etapas do campeonato mundial disputadas até aqui: Gold Coast, Fiji e Teahupoo.

Entre essas vitórias, manteve a liderança do ranking praticamente o tempo todo, só perdendo a lycra amarela (utilizada apenas pelo líder) após a derrota precoce no Rio de Janeiro. No segundo semestre, Medina poderia ter garantido o título antecipadamente ou, pelo menos, consolidado ainda mais a sua vantagem. Mas com derrotas precoces em Trestles, na França e em Portugal, a decisão ficou para o Havaí. 

De fato, Medina é uma sensação. Mas para que se entenda o real sentido disso é preciso, primeiro, entender que ele ocupa essa condição há muito mais tempo do que se tem difundido e que ele é um brilhante personagem da história do surf brasileiro.

A história de vitórias de Gabriel Medina não é de agora, nem tampouco começou de forma brilhante apenas na final disputadíssima em Teahupoo contra Kelly Slater. Essa, aliás, não foi a única vitória do brasileiro em cima da lenda do surf e onze vezes campeão mundial. Antes disso, e do ótimo ano que Gabe vem tendo em 2014, é preciso lembrar de outros fatos igualmente importantes e até mesmo impressionantes. Como, por exemplo, o momento em que ele entrou para o WCT: o mais jovem brasileiro a ingressar no tão cobiçado circuito da ASP. E essa posição, é claro, só poderia ser alcançada com muitos outros bons resultados anteriores.

ASP / Cestari
Gabriel Medina no Pipe Masters 2013
Gabriel Medina no Pipe Masters 2013

Gabriel se profissionalizou em 2009, aos 15 anos, e, em 2011, já ganhou a oportunidade de competir no circuito mundial. Ou seja, aos 17 anos, o garoto nascido na praia de Maresias, litoral de São Paulo, já estava entre os 36 melhores surfistas do planeta.

E em seus primeiros meses como surfista da elite, Medina já surpreendeu. Venceu duas das cinco etapas que disputou - Hossegor e San Francisco, contra Julian Wilson e Joel Parkinson, respectivamente - e ainda derrotou o mito Slater duas vezes nesse percurso.

Com todo esse currículo, Gabriel Medina chega ao Havaí confiante e como o líder do ranking da ASP. Depende apenas de si mesmo para conquistar o inédito título mundial (para ele e para o Brasil). A última etapa do WCT acontece em Pipeline, entre os dias 8 e 20 de dezembro.

WCT Pipe Masters AO VIVO nos Canais ESPN e WatchESPN

Acompanhe ao vivo no WatchESPN todas as baterias do Pipe Masters, a última e decisiva etapa da ASP World Tour. Na TV, os canais ESPN transmitem ao vivo a fase decisiva da competição. Além da transmissão ao vivo, os canais ESPN exibem logo após o término do evento um programa com os melhores momentos da etapa.

- O WatchESPN é o serviço de STREAMING dos canais ESPN. Normalmente o serviço é exclusivo para os assinantes dos canais, mas durante toda a temporada 2014 do Mundial de Surf o serviço está aberto, sem autenticação. [CLIQUE AQUI para acessar o WatchESPN] 

Comentários

A trajetória de Gabriel Medina rumo à disputa do título mundial no Havaí

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.