Estrangeiros ganham prêmio de melhores técnicos do ano pelo COB

ESPN.com.br
Getty
Morten Soubak, técnico da seleção feminina de handebol campeã do mundo
Morten Soubak, técnico da seleção feminina de handebol campeã do mundo

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) escolheu o espanhol Jesús Morlán, da canoagem velocidade, e o dinamarquês Morten Soubak, da seleção brasileira feminina de handebol, como os melhores técnicos do ano, nas categorias modalidade individual e coletiva, respectivamente. Eles receberão o troféu durante a cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico, no dia 16 de dezembro, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

O Brasil conta atualmente com uma legião de mais de 40 treinadores internacionais de diversas nacionalidades trabalhando a serviço das equipes olímpicas nacionais. "Parabenizo esses dois grandes treinadores que, com competência e liderança, vêm contribuindo para o desenvolvimento de suas modalidades no Brasil. É um orgulho muito grande contarmos com a eficiência de profissionais internacionalmente reconhecidos como o Jesús Morlán e o Morten Soubak em favor do esporte brasileiro", afirmou o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman.

Um dos mais vitoriosos treinadores do mundo, o espanhol Jesús "Suso" Morlán chegou ao Brasil há menos de dois anos e já colocou o país em um novo patamar no cenário mundial da canoagem velocidade. Comandando um grupo de elite de quatro atletas, Jesús foi o grande responsável pela evolução de Isaquias Queiroz, contribuindo decisivamente para que o baiano alcançasse o bicampeonato mundial do C1 500m em 2014.

"Recebo o prêmio com muito carinho, mas a minha maior alegria, o meu prêmio pessoal, são as medalhas e o reconhecimento dos atletas e da canoagem brasileira. É uma grande surpresa ganhar este reconhecimento, pois estou há apenas um ano e meio no Brasil. A Confederação Brasileira de Canoagem e o COB sempre me deram apoio, assim como o BNDES. O que mais gosto de tudo isso é que reconheçam a canoagem do Brasil. Primeiramente eu dedico este prêmio aos atletas, depois a todos que trabalham comigo, pois todos me ajudaram de alguma forma para isso. Sozinho eu não teria chegado a lugar algum", explicou Jesús, que, antes de vir ao Brasil levou o canoísta espanhol Davi Cal a se tornar o maior medalhista olímpico da história do seu país.

No comando da Seleção Brasileira desde 2008, o dinamarquês Morten Soubak atingiu o auge da carreira em dezembro de 2013, ao conquistar o histórico título do Campeonato Mundial, na Sérvia. Como o título aconteceu depois da cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico 2013, o reconhecimento do COB ficou guardado para este ano.

"É uma honra muito grande receber o Prêmio Brasil Olímpico. Fico muito feliz com o reconhecimento do trabalho, que não é só realizado através de mim, mas de todo o handebol feminino do Brasil. Este prêmio nos motiva mais ainda para irmos atrás de novas medalhas para o Brasil em 2015, nos Jogos Pan-americanos, e no Rio 2016. O Mundial de 2013 foi histórico. Poucas vezes um time de fora da Europa conquistou um título dessa grandeza", afirmou Morten.

Melhores do Ano - Oscar do esporte brasileiro, o Prêmio Brasil Olímpico 2014 chega à sua 16ª edição prestando homenagens ainda em outras categorias: Melhor Atleta do Ano, Atleta da Torcida, Troféu Adhemar Ferreira da Silva, Melhores Atletas dos Jogos Escolares da Juventude e Troféu COI, entre outras premiações.

Os seis atletas mais votados pelo colégio eleitoral do Prêmio Brasil Olímpico 2014 que concorrem ao prêmio de Melhor Atleta do Ano são: Ana Marcela Cunha (maratona aquática), Mayra Aguiar (judô) e Martine Grael e Kahena Kunze (vela), no feminino; Arthur Zanetti (ginástica artística), Marcus Vinicius D´Almeida (tiro com arco) e Tiago Splitter (basquete), no masculino.

Para o prêmio de Atleta da Torcida, nova categoria do Prêmio Brasil Olímpico, o COB selecionou atletas ou duplas que marcaram o esporte brasileiro em 2014, seja por sua performance, exemplo de superação, conquista inédita ou por suas atitudes e condutas. A definição do vencedor desta categoria será feita pelo público, que já pode votar através das mídias sociais, Facebook e Twitter, utilizando hashtags que devem conter #EuVotoPBO e o nome do atleta.

Concorrem ao prêmio Atleta da Torcida: Cesar Cielo (natação), Diego Hypolito (ginástica artística), Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), Marcus Vinícius D'Almeida (tiro com arco), Matheus Santana (natação), Tiago Splitter (basquete), Aline Ferreira (luta), Flavia Saraiva (ginástica artística), Larissa e Talita (vôlei de praia), Martine Grael e Kahena Kunze (vela), Mayra Aguiar (judô) e Sheilla Castro (vôlei).

Comentários

Estrangeiros ganham prêmio de melhores técnicos do ano pelo COB

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.