Pelé tem instabilidade clínica, mas pessoa próxima diz: 'Não há motivo para alarmismo'

ESPN.com.br
REUTERS/Gonzalo Fuentes
Pelé Tour Taça Copa do Mundo Paris 10/03/2014
Pelé teve 'instabilidade clínica' e foi transferido de unidade dentro do Albert Einstein

Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, teve uma "instabilidade clínica" e foi transferido para "uma unidade de cuidados especiais" do Hospital Albert Einstein, na zona sul de São Paulo, no qual está internado desde a última segunda-feira.

É o que informa o boletim médico divulgado pelo hospital nesta quinta. O ex-jogador, de 74 anos e tricampeão mundial com a seleção brasileira, deu entrada na unidade hospitalar por conta de uma infecção urinária.

Tanto na terça quanto na quarta, o comunicado havia informado "estado estável". Segundo apurou a reportagem dos canais ESPN, a mudança de local se deu apenas por uma questão de conforto do 'rei do futebol'.

Onde Pelé estava, havia muita movimentação, e optou-se pela transferência para que não haja chance de acontecer nenhum problema com seu monitoramento.   

"Não há motivo para alarmismo", disse uma das pessoas ouvidas pela reportagem. 

Há duas semanas, Pelé também foi internado às pressas no mesmo Albert Einstein depois de sentir mal-estar em Santos e teve que ser submetido a uma cirurgia para a retirada de pedra nos rins.

Veja, abaixo, a íntegra do boletim médico de Pelé

O Hospital Israelita Albert Einstein informa que o paciente Edson Arantes do Nascimento (Pelé) segue internado com instabilidade clinica.
Para receber os melhores cuidados, foi transferido para ser monitorado em uma unidade de cuidados especiais.

O Hospital fornecerá boletim assim que houver nova informação.

Médicos Responsáveis:
Dr. Fabio Nasri
Dr. Gustavo Caserta Lemos

Diretor Superintendente do Hospital:
Dr. Miguel Cendoroglo Neto

Comentários

Pelé tem instabilidade clínica, mas pessoa próxima diz: 'Não há motivo para alarmismo'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.