Antes de Allianz Parque, Palestra virou Jardim Suspenso; relembre as outras inaugurações

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
ESPN.com.br
Antes de Allianz Parque, Palestra virou Jardim Suspenso em última grande reforma
Antes de Allianz Parque, Palestra virou Jardim Suspenso em última grande reforma

"A quinta e penúltima inauguração...". Foi essa a manchete do jornal ‘A Gazeta Esportiva', em 7 de setembro de 1964, prevendo que aquela reabertura do Estádio Palestra Itália, depois de cinco anos de profundas reformas, não seria a derradeira, nem a mais grandiosa da história da casa do Palmeiras, que se vira, oficialmente, Allianz Parque nesta quarta-feira.

No final da década de 1950, tal qual ocorreu a partir de 2010, o Palestra Itália foi fechado para passar por uma modernização. Suas arquibancadas acabaram totalmente reconstruídas, habilitando-se para receber o dobro da capacidade anterior de público. O campo, suspenso - daí surgiu o nome "Jardim Suspenso" -, com os vestiários alocados no subsolo.

"Tive o prazer de participar de todo esse processo. Quando cheguei ao Palmeiras, as arquibancadas eram de madeira. Tudo era pequeno demais. Foi aí que decidiram fazer o Jardim Suspenso, um projeto muito bonito, mas não tanto quanto o de agora. A arena do presente é maravilhosa, uma obra-prima", comparou Valdir Joaquim de Moraes, goleiro palmeirense na época, em conversa com a reportagem.

De fato, como lembrou o próprio ex-jogador, o Jardim Suspenso teve uma festa mais modesta do que a moderna arena que o Palmeiras estreará contra o Sport, na noite desta quarta-feira, às 22h. Em 1964, o clube não quis fazer da reinauguração do Palestra Itália um grande evento para a sua torcida. Reabriu o estádio contra um adversário modesto e hoje já extinto, a Esportiva Guaratinguetá, e ganhou por 2 a 0.

"Se o prélio de ontem fosse da série dos choques grandes, na certeza estaríamos registrando o novo recorde de público do Campeonato Paulista. Não aconteceu, porque não se fez um esforço mínimo... Costuma-se dar um jeito para tantas coisas medíocres e não se dá para coisas excepcionais! Justamente a inauguração passou a ser reservada para um trivialíssimo jogo de campeonato!", criticou a mesma Gazeta Esportiva.

"Embora sem nenhuma festividade, a inauguração do novo gramado do Estádio Palestra Itália transformou-se em um acontecimento", de acordo com a 'Folha de S. Paulo' do período. Aproximadamente 32.000 pessoas foram conhecer a nova casa do Palmeiras naquele Dia da Independência do Brasil - serão quase 40.000 nesta quarta-feira.

"Eu me lembro desse jogo, mas não do placar. Foi uma satisfação enorme vencer naquela reinauguração. Já inaugurei uns 20 estádios ao redor do mundo - o de Guadalajara, o Mineirão... -, mas é diferente quando se trata da sua casa. Isso é muito significativo. É bom voltar a esse passado, que sempre será presente na vida do Palmeiras", discursou Valdir, que passou a morar em Porto Alegre, sua cidade-natal, depois de exercer variadas funções em comissões técnicas do clube no qual construiu a sua trajetória como atleta.

Antes de 64, a grande transformação do estádio alviverde aconteceu em 1933. Em 13 de agosto daquele ano, o Palestra Itália nasceu como ficou conhecido por muito tempo, com a inauguração das obras de construção das arquibancadas de concreto. O adversário daquele primeiro duelo, talvez, tenha sido o mais forte de todas as estreias da casa do Palmeiras, já que o Bangu era um dos mais fortes times do Brasil na época - ainda mais em comparação a Esportiva Guaratinguetá e Sport.

Veja os últimos gols do Palmeiras no Palestra Itália na vitória contra o Grêmio, em 2010

Apesar da força da agremiação carioca, o Palestra Itália mostrou sua força e venceu por 6 a 0, pelo Torneio Rio-São Paulo. O feito foi exaltado na Folha. "Constituiu o maior acontecimento esportivo de domingo a inauguração do grandioso estádio de Palestra Itália, a que esteve presente uma enorme multidão calculada em 40 mil pessoas", escreveu o jornal.

"Vivi o Jardim Suspenso, que foi feito dentro das possibilidades do seu tempo. Hoje, os recursos são bem maiores para construir essa arena maravilhosa, da grandeza do Palmeiras, que ainda não tive a oportunidade de conhecer. Espero que o time se mostre digno da magnitude do estádio, que possa se reerguer dessa fase negativa. Tem tudo para ser vencedor lá dentro", apostou Valdim, a menos de uma semana de completar 83 anos.

Um dos ídolos palmeirenses contemplados com uma cadeira vitalícia no renovado Palestra Itália, Valdir Joaquim de Moraes garantiu que ainda verá de perto as novidades do seu Jardim. Até porque, há 50 anos, aquela reabertura do estádio diante da Esportiva Guaratinguetá seria somente uma "antessala" de uma "próxima e definitiva" reinauguração.

Veja os detalhes da inauguração do Jardim Suspenso:

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 0 ESPORTIVA GUARATINGUETÁ

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 7 de setembro de 1964, segunda-feira
Árbitro: Teodoro Nitti (Argentina)
Público: aproximadamente 32.000 pagantes
Renda: Cr$ 19.600.000,00
Gols: PALMEIRAS: Ademar, aos 17, e Rinaldo (pênalti), aos 43 minutos do primeiro tempo

PALMEIRAS: Valdir; Rubens Caetano, Djalma Dias e Ferrari; Dudu e Valdemar; Gildo, Ademar, Picolé, Tupãzinho e Rinaldo

ESPORTIVA GUARATINGUETÁ: Acosta; Bolar, Jorge e Rubens; Luiz Cesar e Zozimo; Roberto, Luís Carlos, Nenê, Mauí e Edson

Veja imagens do treino do Palmeiras no Allianz Parque
Comentários

Antes de Allianz Parque, Palestra virou Jardim Suspenso; relembre as outras inaugurações

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.