Tropeço dentro de casa divide opiniões entre atletas do Atlético-MG

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Getty
Luan parabenizou a equipe por buscar o empate. Dodô lamentou por não ter vencido
Luan parabenizou a equipe por buscar o empate. Dodô lamentou por não ter vencido

O empate dentro de casa diante do Figueirense, na noite deste domingo, em jogo disputado no Independência, foi avaliado de diversas maneiras pelos jogadores atleticanos. Os atletas divergiram opiniões sobre o valor do resultado na sequência da competição, mas concordaram em um aspecto comum: os donos da casa mereceram a vitória por terem ditado o ritmo na maior parte do jogo. O lado bom do tropeço, pode-se dizer, que foi a manutenção da invencibilidade dentro de casa: o Galo não perde no Horto há 20 jogos.

O garoto Dodô, autor do gol de empate do Galo no início do segundo tempo, comentou a superioridade da equipe ao longo da partida e lamentou o placar em igualdade. "Infelizmente, não conseguimos vencer. Merecemos o resultado, porque criamos muitas oportunidades. Voltamos melhor no segundo tempo, com mais jogadores de frente, mas não conseguimos fazer o resultado", avaliou o camisa 31, que marcou seu segundo gol no segundo jogo seguido como titular no Brasileirão.

O meia-atacante Luan, mandado a campo por Levir Culpi no intervalo, foi responsável por aumentar o poder ofensivo do Atlético-MG na etapa final e fez questão de parabenizar o elenco, mantendo o sonho de buscar uma vaga no G-4. "Ainda dá para pensar no G-4. Temos mais um jogo em casa e não podemos perder pontos. É preciso enaltecer a força do grupo, que mesmo após sair atrás do placar, foi buscar o empate e está de parabéns", valorizou o jogador, em entrevista à Rádio Globo/MG.

Na contramão do que defendeu Luan, o volante Pierre, um dos mais experientes do elenco atleticano, com 165 jogos disputados, lamentou o resultado, alegando que o Galo foi superior durante todo o jogo, mas ressaltou a necessidade de manter a cabeça erguida. "O resultado foi péssimo por tudo que fizemos ao longo do jogo. Fomos superiores na maior parte do tempo, mas fomos castigados por aquele gol, que surgiu de um chute indefensável. No segundo tempo, fomos para cima e buscamos o empate, mas infelizmente não vencemos", falou. "Agora é cabeça erguida, pois temos quatro decisões pela frente", acrescentou o camisa 5, em entrevista à mesma emissora de rádio.

Argel exalta atuação do Figueirense contra Atlético-MG, mas lamenta empate: 'Não vim buscar 1 ponto'
Comentários

Tropeço dentro de casa divide opiniões entre atletas do Atlético-MG

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.