Melo e Dodig vencem 1º set, mas levam virada dos Bryan e ficam com o vice do ATP Finals

ESPN.com.br
Lances da vitória dos irmãos Bryan sobre o brasileiro Marcelo Melo e Ivan Dodig na final de duplas

Não deu para Marcelo Melo e Ivan Dodig.

O brasileiro e o croata até venceram o primeiro set da decisão do ATP Finals, em Londres, mas levaram a virada para os irmãos Mike e Bob Bryan e perderam por 2 sets a 1, parciais de 6/7 [5], 6/2 e 10-7, ficando com o vice.

Com a derrota, Melo perdeu a chance de ser o primeiro brasileiro desde Gustavo Kuerten a conquistar o ATP Finals. Guga foi campeão do torneio em 2000, batendo o norte-americano Andre Agassi por 3 sets a 0 na decisão, em Lisboa.

No primeiro set, as duplas duelaram ponto a ponto até 6/6. No tie break, Melo e Dodig abriram 4 a 0 e deram impressão de que fechariam a parcial com tranquilidade, mas os americanos reagiram e encostaram em 5 a 5. Sem se abaterem, no entanto, o brasileiro e o croata mostraram precisam e fecharam em 7 a 5.

No segundo set, porém, Mike e Bob Bryan mostraram o porquê de serem os líderes da ATP. Com uma quebra no início, eles chegaram a abrir vantagem de 4/1. Os adversários reagiram, mas os irmãos quebraram o serviço novamente e fecharam em 6/2.

Já no super tie break que decidiu o último set, o jogo ficou disputado até 8 a 7 para os norte-americanos, que aproveitaram os erros adversários para fechar em 10-7.

Foi o quarto título dos Bryan na competição. Antes, eles haviam sido campeões em 2003 e 2004, quando o torneio ainda era disputado em Houston, além de 2009, já em Londres.

REUTERS/Dylan Martinez
Irmãos Mike Bob Bryan Final ATP Finals Tênis 16/11/2014
Irmãos Mike e Bob Bryan conquistaram mais um troféu
Comentários

Melo e Dodig vencem 1º set, mas levam virada dos Bryan e ficam com o vice do ATP Finals

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.