Edmundo discorda de seu 'criador' Eurico, vota em Julio Brant e diz: 'Vasco está morrendo'

Tiago Leme, do Rio de Janeiro (RJ), para o ESPN.com.br
Edmundo revela desejo de ser presidente e diz: 'Vasco está morrendo'

No início da noite desta terça-feira, o clima na eleição vascaína ficou mais agitado com a presença do ídolo Edmundo. Jogador nos tempos de Eurico Miranda no comando do clube, o ex-atacante atualmente está do outro lado, no apoio ao candidato Julio Brant.

Ainda sem condições se candidatar à presidência por causa do tempo como sócios, Edmundo explicou os motivos de apoio a Brant, a quem abraçou, e depois de passar reto por Eurico Miranda, sem cumprimentos, foi duro com a realidade atual vascaína.

No final de 2000, um mês após ter sido eleito pela 1ª vez, episódio lamentável marcou início de seu mandato; relembre

"Preferi sair da inércia, da zona de conforto e me engajar cada vez mais no processo eleitoral do clube. Acho que consegui fazer bastante coisa dentro do campo e me vejo obrigado a fazer alguma coisa fora dele tanbém, porque o clube esta morrendo, está passando por uma dificuldade enorme. Se as pessoas que amam o clube de verdade não dobrarem a manga da camisa e agarrarem na alça do caixão, isso aqui vai morrer", alertou Edmundo, que votou sem maiores problemas no ginásio de São Januário, cercado por partidários de Julio Brant.

O atacante passou pelo clube pela última vez em 2008, quando o Vasco começou o ano comandado por Eurico Miranda e acabou com Roberto Dinamite como presidente, rebaixado no Campeonato Brasileiro. Em 2012, o Animal foi homenageado com um jogo de despedida em São Januário. Ele explicou o porquê de não seguir o caminho de Romário, que divulgou um vídeo declarando apoio a Eurico Miranda.

Tiago Leme/ESPN.com.br
Edmundo, de camisa azul, vota na eleição do Vasco
Edmundo, de camisa azul, vota na eleição do Vasco

"É muito simples. Todo mundo que está com a gente nessa eleição, Felipe, Juninho, Pedrinho, somos todos crias do Eurico. Se a gente é contra é porque a gente não concorda com a maneira dele de atuar. Mas eu não vim aqui para falar dele, muito menos mal. Vim aqui para falar do Julio, uma pessoa na qual acredito. Votei nele porque confio. Espero que o torcedor do Vasco que esteja em casa possa vir aqui e virar essa situação bem difícil. Porque a gente sabe que não é fácil lutar contra o poderoso Eurico Miranda", disse o Animal, que não descartou no futuro ser candidato à presidência do clube.

Promotor de justiça explica pedidos de impugnação em eleições no Vasco 

Mais cedo, outros sócios de destaque votaram no pleito vascaíno, como o ator Bruno Mazzeo, eleitor de Julio Brant, o ex-técnico Antonio Lopes e o presidente da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), entusiastas de Eurico Miranda. O empresário Carlos Leite também votou. O presidente do clube, Roberto Dinamite, foi às urnas sem maiores sobressaltos, mas não declarou voto em nenhum candidato, afirmando apenas que deixa ao clube um legado de democracia.

Divulgação
Julio Brant e Edmundo durante a eleição à presidência do Vasco, em São Januário
Julio Brant e Edmundo durante a eleição à presidência do Vasco, em São Januário
Comentários

Edmundo discorda de seu 'criador' Eurico, vota em Julio Brant e diz: 'Vasco está morrendo'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.